Combate a dengue é intensificado em Santa Maria

Combate a dengue é intensificado em Santa Maria

Foram contratados 15 agentes de endemia em caráter emergencial

Por
Correio do Povo

publicidade

A Prefeitura de Santa Maria contratou, de forma emergencial, 15 agentes de endemia e dois profissionais de saúde para reforçar a equipe que realiza o combate à dengue no município. Com a chegada desses profissionais, as visitas às residências dos bairros com focos da dengue foram de 200 para 1,1 mil por semana. Santa Maria tem 287 casos da doença notificados. Para garantir a segurança da população, equipes de fiscalização da Secretaria de Estruturação e Regulação Urbana estão trabalhando junto dos agentes de Saúde Pública e da Vigilância Ambiental e já fiscalizaram 72 terrenos baldios em más condições, na última semana.

Do total de terrenos baldios vistoriados, 36 proprietários foram notificados para que façam as adequações necessárias, como limpeza para evitar a disseminação do mosquito transmissor da doença, o Aedes aegypti, e 16 foram multados. O valor inicial é de R$ 703 e caso haja reincidência, o valor sobre para R$ 3.550.

“Visto a infestação de dengue no Município, a fiscalização da Secretaria de Estruturação e Regulação Urbana vai concentrar esforços para ajudar a Vigilância em Saúde neste momento delicado em que nos encontramos”, afirma o superintendente de Fiscalização, Márcio Abbade Ohlveiler.


Santa Maria é considerada infestada pelo mosquito Aedes aegypti desde abril de 2013. Porém, todos os casos até o fim de fevereiro deste ano eram importados, ou seja, adquiridos fora do município. A situação atual se mostra diferente, pois, configura a presença de casos autóctones, caracterizando circulação viral.