Creche em São Leopoldo é assaltada mais uma vez
capa

Creche em São Leopoldo é assaltada mais uma vez

Invasores furtaram parte da merenda das 93 crianças atendidas no local

Por
Stephany Sander

Local possui sistema de segurança privado

publicidade

A segunda-feira foi de limpeza na creche da Associação Santa Rita de Cássia, localizada na Vila Glória, no bairro Scharlau, em São Leopoldo. O local foi arrombado na noite de domingo, e além de danificar portas, janelas e levar itens, como três panelas, os invasores furtaram parte da merenda das 93 crianças atendidas no local. “Chegamos aqui de manhã para trabalhar e logo vimos telhas, forro e os vidros das janelas quebrados. Começamos a dar falta de leite, carne, e até as bolachas que são para os alunos”, afirma a auxiliar de cozinha Lorena Rabelo, que trabalha há 11 anos na escola.

Já a diretora e coordenadora da creche, Maristela Souza da Rosa, lembra que o local já foi invadido diversas vezes, sendo a última há dois meses. “Naquela ocasião eles ficaram no pátio, não entraram para as salas e levaram apenas algumas máquinas como cortador de grama. Agora o estrago foi maior”, afirma ela, destacando que após o incidente foi reforçada a segurança, com alarmes de infravermelhos, que é feito por uma empresa particular, com investimentos de quase R$ 5 mil.

Nos fundos da escola fica uma área verde, próxima a um arroio, o que facilita a invasão durante a noite, segundo a diretora que comunicou a Prefeitura de São Leopoldo, na qual é conveniada para vagas de educação infantil. Agora, pais e moradores da Vila Glória estão auxiliando o educandário com a doação de alimentos e utensílios de cozinha.

Através de sua assessoria de imprensa, a Prefeitura informa que a Escola de Educação Infantil Comunitária Santa Rita de Cássia, faz parte da rede de escolas particulares conveniadas para o fornecimento de vagas de 0 a 3 anos para a Prefeitura de São Leopoldo, através da Secretaria de Educação (Smed) e possui sistema de segurança privado.

Nesta terça-feira, as aulas devem ocorrer normalmente e a escola já recebeu doações de alimentos. A Smed está dando todo apoio possível para garantir a normalidade dos atendimentos.