Cruz Vermelha de Santa Maria inicia campanha para arrecadar fundos

Cruz Vermelha de Santa Maria inicia campanha para arrecadar fundos

Entidade precisa de recursos para reformar veículos e a cada onde pretende instalar a nova sede

Cruz Vermelha precisa de doações para seguir atendendo em Santa Maria e região

publicidade

A Cruz Vermelha de Santa Maria inicia nesta segunda-feira uma campanha em busca de ajuda para seguir prestado apoio as cidades das Regiões Centro e Fronteira do Estado.  “A pandemia do coronavírus aumentou nossa preocupação com a parte financeira”, informou o coordenador de Gestão e de Risco da entidade, Ronimar da Costa.

Segundo ele, a Cruz Vermelha - Santa Maria busca ajuda para promover a manutenção de equipamentos, viaturas, pagar aluguel das garagens e da reforma da “casa" que foi cedida neste ano pela prefeitura, que fica no Parque Itaimbé. Atualmente, a sede da Cruz Vermelha está localizada na residência da mãe do coordenador sendo que as garagens para os veículos são alugadas. “A nossa ambulância precisa de reforma e o custo é de R$ 4 mil reais”, informa Ronimar.

O coordenador destaca que Sapucaia do Sul e Montenegro fecharam as suas sedes da Cruz Vermelha em virtude da falta de recursos, situação que foi agravada em virtude da pandemia da Covid-19. A entidade precisa reformar a casa cedida pela prefeitura para abrir uma sede na cidade depois de 16 anos.

A Cruz Vermelha de Santa Maria conta com 60 voluntários. Os interessados em contribuir com a entidade podem entrar em contato pelos telefones: (55) 9.9181.0916 ;(55) 9.9174.1440 ou (55) 3027.4510.

A Cruz Vermelha Santa Maria sobrevive de doações de empresários e de taxas de cursos de socorrista que ela promove, mas, atualmente, eles estão suspensos em virtude da Covid-19.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895