Descartado terceiro caso suspeito de meningite em São Leopoldo
capa

Descartado terceiro caso suspeito de meningite em São Leopoldo

Criança que estava internada desde ontem no Hospital Centenário teve alta nesta quarta-feira

Por
Stephany Sander

A unidades de saúde receberam procura por vacinas

publicidade

O Hospital Centenário, de São Leopoldo, confirmou na manhã desta quarta-feira que foi descartada a suspeita de meningite em uma criança que estava internada na instituição. A menina de 9 anos deu entrada ontem no hospital, mas teve alta nesta manhã, por volta das 10h, após os exames darem negativo para a doença. Este seria o terceiro caso de meningite este ano no município, que já registrou duas mortes em menos de um mês, em decorrência da enfermidade. 

A suspeita gerou preocupação entre os moradores da cidade e a manhã foi de movimento intenso nos 17 postos de vacinação na busca por doses contra a doença. A UBS Rio dos Sinos e a Unidade Materno Infantil, no Centro, registraram filas no início da manhã, mas, por volta das 9h, a distribuição de fichas já havia sido concluída e o movimento estava normalizado. À tarde, a procura pelas doses foi maior na unidade do bairro Campina. Segundo a Secretaria de Saúde de São Leopoldo, somente nesta quarta-feira foram aplicadas 550 doses em crianças e adolescentes, e a Vigilância Municipal Sanitária já solicitou mais vacinas à Secretaria Estadual de Saúde. 

Entre as ações de prevenção e controle realizadas nesta quarta-feira, estão o tratamento de quimioprofilaxia para os colegas da estudante de 14 anos que morreu na última terça-feira por meningite tipo C. A medida consiste na administração de antibióticos para quem teve contato longo e prolongado com a adolescente. Trinta e dois colegas, que conviveram por horas na mesma sala de aula, receberam oito comprimidos para serem ingeridos a cada 12 horas. O procedimento é o recomendado pelo Ministério da Saúde. Além disso, todos os matriculados na escola terão sua carteira de vacinação revisada.