DNIT atualiza a situação da recuperação de rodovias federais no Rio Grande do Sul

DNIT atualiza a situação da recuperação de rodovias federais no Rio Grande do Sul

Dados demonstram que cinco trechos de duas rodovias federais permanecem com interdição total

Guilherme Sperafico

publicidade

O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) emitiu um boletim de recuperação das rodovias federais nesta sexta-feira, atualizando a situação dos trabalhos realizados no Rio Grande do Sul.

Os dados de monitoramento das rodovias federais foram consolidados nesta sexta-feira, entre DNIT, Secretaria Nacional de Transporte Rodoviário e concessionária com rodovias federais sob responsabilidade da Agência Nacional de Transporte Terrestre (ANTT).

Condorme o boletim, cinco trechos de duas rodovias federais estão com interdição total. A BR 116 possui interdição no km 174, em Nova Petrópolis. Já a BR 470 está completamente bloqueada nos trechos do km 178 e km 188 ao 190 (Carlos Barbosa), km 192 (Triunfo) e km 194 ao km 201 (entre São Jerônimo-RS e Ascurra-SC).

‏Em interdição parcial, seis rodovias federais contam com 18 trechos:    

  • BR-101: km 260,2 e km 256,2.
  • BR-116: km 108; km 175; km 181; e km 232.
  • BR-153: km 412.
  • BR-287: km 312.
  • BR-386: km 288; km 297; km 308; km 325; km 349; km 350; km 361; km 372; e km 426.
  • BR-470: km 262

‏Além das rodovias bloqueadas, o boletim revelou que já foram liberados 112 trechos em 11 rodovias federais que cortam o Rio Grande do Sul. Neste momento, 12 trechos estão em obras ou com serviços para liberação das pistas e não há segmentos liberados somente para veículos de emergência.


Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895