Famílias recebem títulos de propriedade de terrenos em Caxias do Sul

Famílias recebem títulos de propriedade de terrenos em Caxias do Sul

Por meio do programa "Esse Terreno é Meu", 100 famílias receberam suas certidões e já foram anunciadas as 101 próximas famílias a serem contempladas

Celso Sgorla

Conforme o presidente da Associação de Moradores, Genésio Jesus dos Santos, moradores buscam a regularização desde 1998

publicidade

Após 24 anos de espera, a tarde do sábado foi marcada por muita alegria e emoção para famílias caxienses que receberam o título de propriedade de seu terreno. A partir da criação da lei que instituiu o programa “Esse Terreno é Meu”, foram entregues as 100 primeiras certidões às famílias do Loteamento Vitória, localizado na região do bairro Planalto. Também foram anunciadas as 101 próximas famílias que receberão os títulos de propriedade.

Na solenidade realizada no Centro Administrativo, o presidente da Associação de Moradores do Loteamento Vitória, Genésio Jesus dos Santos, lembrou emocionado que, desde 1998, quando o núcleo habitacional começou a ser formado, os moradores buscam a regularização dos terrenos. “Fico muito agradecido com todos que nesse período ajudaram a gente nessa conquista. Foram anos de muita luta mas, hoje, com as lágrimas nos olhos, comemoro com o coração cheio de alegria”.

O oficial titular da 2ª Zona Imobiliária de Caxias do Sul, Manoel Valente Figueiredo Neto, salientou que é a primeira vez que Caxias do Sul registra uma certidão de regularização fundiária por meio do programa. “É uma imensa satisfação participar desse momento histórico. Com a certidão, vocês terão segurança jurídica e poderão participar da vida econômica”, explicou.

O secretário Municipal do Urbanismo, João Uez, falou sobre os benefícios que o programa "Esse Terreno é Meu" trouxe para mais de 80 mil famílias que vivem em situação irregular. “A nova lei trouxe mais celeridade e, a partir dela, estamos entregando as 100 primeiras certidões do loteamento Vitória. Antes vocês eram donos de fato dos lotes, hoje, são de direito”, discursou.

O prefeito Adiló falou sobre o esforço coletivo dos moradores para conquistar as certidões. “Hoje vocês estão recebendo aquilo que é de direito, desde a aquisição ou da construção da sua casa, fruto do suor e do trabalho de cada um.”

Veja Também


Mais Lidas


Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895