Hospital de Novo Hamburgo opera no limite da capacidade de atendimento

Hospital de Novo Hamburgo opera no limite da capacidade de atendimento

Direção do Hospital Regina orienta que pacientes procurem outras casas de saúde

Stephany Sander

publicidade

A direção do Hospital Regina, com sede em Novo Hamburgo informou, no final da tarde desta terça-feira, que está no limite de sua capacidade operacional de atendimento a pacientes adultos graves, sendo este o momento mais crítico vivido pela Instituição. Neste sentido, preocupados com a segurança e qualidade da assistência prestada, torna-se necessário e prudente a limitação de acesso a novos pacientes.

A direção da casa de saúde afirma  que ampliou a capacidade de leitos de retaguarda para internações clínicas e de pacientes críticos, porém esta última estrutura já se encontra no limite de sua ocupação. "A preocupação se fundamenta também com a permanência dos pacientes com diagnóstico de COVID-19 internados na UTI, sendo que a prática demonstra internações de longo prazo na luta pela vida, o que agrava ainda mais a disponibilidade imediata e futura de leitos", diz a nota.

A instituição destaca que considerando as circunstâncias, o Hospital orienta pela procura de atendimento em outras instituições, bem como informa que está mantida a restrição dos atendimentos por tempo indeterminado, sendo que eventual alteração no cenário será oportunamente divulgada. 


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895