Hospital de Taquara cria espaço para pacientes com casos respiratórios ou suspeitos de Covid-19

Hospital de Taquara cria espaço para pacientes com casos respiratórios ou suspeitos de Covid-19

Quase 20 pessoas já passaram pelo setor de triagem do local

Por
Stephany Sander

Hospital de Taquara cria espaço para atender pacientes com problemas relacionados à Covid-19


publicidade

O Hospital Bom Jesus de Taquara criou um novo espaço para atender com exclusividade os casos de pacientes com problemas respiratórios e suspeitos de Covid-19. Desde a sua abertura oficial, ocorrida na última quinta-feira, até a manhã dessa terça, passaram pela triagem do local quase duas dezenas de pessoas. 

De acordo com Marisete Dal’Molin, diretora executiva da Associação Hospitalar Vila Nova (AHVN), entidade gestora do hospital de Taquara, há o chamado hospital de campanha, que está localizado num prédio ao lado da recepção, composto por três ambientes e com entrada direta ao setor de internação.

“Chegando na emergência do Bom Jesus, um de nossos profissionais da enfermagem faz o controle do fluxo de pacientes e, numa conversa inicial, verifica os primeiros sintomas gripais e consegue avaliar se é caso de internação normal ou de ser encaminhado para nova avaliação com o médico do hospital de campanha, sendo retirado do mesmo ambiente de pessoas que buscam atendimento para outras enfermidades”, explica Marisete. 

Já no hospital de campanha o paciente faz sua ficha na recepção, passa por uma triagem com enfermeiros treinados para identificar sintomas de Covid-19, todos os funcionários devidamente paramentados com equipamento de proteção individual (EPI), e então é conduzido para uma consulta com um médico. 


Conforme a avaliação do médico, que leva em consideração a gravidade dos sintomas, o paciente é internado na ala destinada a pacientes com Covid-19, ou orientado a fazer o isolamento em sua residência. A cidadr contabiliza até a manhã desta quinta-feira, 76 casos confirmados, sendo 45 ja curados em alta, e dois óbitos pelo novo coronavirus.