Instalados oito reservatórios de água para atender moradores afetados pela inundação em Montenegro

Instalados oito reservatórios de água para atender moradores afetados pela inundação em Montenegro

A principal estação de tratamento foi afetada pelas águas da enchente e ficou impedida de operar

Fernanda Bassôa

Nesta semana entrou em operação um reservatório no bairro São João, junto ao comando da Brigada Militar

publicidade

O trabalho de instalação de caixas d’água comunitárias nas regiões mais altas de Montenegro, no Vale do Caí, para abastecer as comunidades afetadas pela inundação, segue na cidade. Nesta semana entrou em operação um reservatório no bairro São João, junto ao comando regional da Brigada Militar. Com isso, sobe para oito o número de pontos em que a comunidade pode ter acesso a água potável, disponibilizada por equipes da Companhia Riograndense de Saneamento (Corsan). A principal estação de tratamento foi afetada pelas águas da enchente e ficou impedida de operar.

Segundo a Corsan, com o leve recuo do nível Rio Caí, equipes conseguiram acessar as áreas de captação de água bruta de Montenegro e de São Sebastião do Caí (sistema também atende Capela de Santana) e trabalham na drenagem das estruturas e no reparo dos equipamentos para colocar o sistema de bombeamento em funcionamento nesta semana. Enquanto o sistema não opera a pleno, a população pode buscar abastecimento em oito diferentes pontos, com baldes, garrafas pet ou bombonas.

ONDE FICAM OS RESERVATÓRIOS:

- Bairro São João, junto ao comando da BM, na Rua Arthur Renner, 800

- Bairro São Paulo, junto à Escola, na Rua Orlando Daudt Albrecht, 71.

- Bairro Cinco de Maio, junto ao ginásio de esportes, na Avenida Ernesto Popp.

- Bairro Santa Rita, junto à Escola José Pedro Steigleder, na Rua Campos Netto, 665.

- Bairro Santo Antônio, junto ao posto de Saúde, na rua Getúlio Vargas, 1322.

- Bairro Panorama, na Escola Adolfo Schüler, na Rua Heitor Müller, 271.

- Bairro Estação, na Escola Ana Beatriz Lemos, na Rua das Tulipas, 77.

- No Pesqueiro, nas proximidades da Penitenciária Modulada.


Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895