capa

Moradores de Cruz Alta ficam sem ônibus nesta terça-feira

Motoristas e cobradores que atuam no transporte coletivo reivindicam reposição salarial

Por
Felipe Dorneles

publicidade

Funcionários da empresa Fátima, responsável pelo transporte coletivo no município de Cruz Alta, fazem paralisação nesta terça-feira, com interrupção do serviço que atende cerca de 10 mil usuários. Motoristas e cobradores reivindicam reposição salarial.  

O gerente financeiro da empresa, Fernando Saccol, justifica que nos últimos dois anos a prefeitura não fez a reposição da tarifa sugerida pela empresa. “As reposições mal cobrem os custos. Em 2017, sugerimos tarifa de R$ 3,80 e até hoje é R$ 3,00. Para este ano, sugerimos R$ 4,17, e a prefeitura sugere abaixo de R$ 4,00”. Ele afirma que as reposições não permitem aumento salarial para os colaboradores.

A empresa é responsável por 20 linhas de ônibus na cidade. São 50 funcionários, entre motoristas e cobradores. A reportagem fez contato com a prefeitura, mas não obteve retorno até o fechamento da edição.