Municípios da região Sul realizam ações para proteger moradores de rua do frio

Municípios da região Sul realizam ações para proteger moradores de rua do frio

Cidades arrecadam doações de agasalhos, cobertores, além de casinhas e ração para pets

Angélica Silveira

publicidade

Para amenizar as consequências do frio durante esta semana, Bagé intensificou a busca ativa de moradores de rua para encaminhamento ao Albergue Municipal. Também está prevista a compra de lonas, para colocar no entorno das casas nos locais mais remotos. O Governo Municipal também pediu a doação principalmente de cobertores, mas também de agasalhos. Para doar as pessoas podem ligar para a Secretaria Municipal de Assistência Social, das 8h às 14h pelo número (53) 3241-6005 ou durante a semana, 24 horas por dia no (53) 99973-8001. O Ginásio do Militão também receberá pessoas que necessitem ser abrigadas. Nesta quarta-feira até sexta será distribuído sopa em locais mais carentes.

Em Rio Grande, a prefeitura vem montando estratégias para ampliar o atendimento às pessoas em situação de rua. O Executivo está solicitando doações de roupas de inverno, cobertores, colchões, alimentos, produtos de higiene pessoal, travesseiros, toalhas de banho e lonas. Para auxiliar os animais de rua também está sendo solicitado a doação de ração, caminhas, casinhas e cobertores. As doações podem ser entregues na Defesa Civil (que está de prontidão 24 horas por dia), no CARE, na Secretaria Municipal do Cassino (que funciona de segunda a sexta-feira, das 7h30min ás 11h30min e das 13h30min ás 17h30min, exceto na quarta-feira quando o atendimento ao público é das 7h30min ás 13h30min), no Partage Shopping e no Praça Shopping. Na cidade, até a próxima segunda-feira, o Centro de Acolhimento Renascer no Espírito (CARE) estará funcionando 24 horas por dia. Neste período, a entidade oferecerá o espaço para que as pessoas permaneçam também durante o dia para evitar exposição ao frio, além de camas para dormir. A distribuição de donativos será feita por sete grupos de voluntários que já atuam na cidade. Eles irão percorrer as ruas e entregar mais cobertores, agasalhos, alimentos e outros materiais de assistência para quem não quiser ir para os abrigos. Atualmente 80 pessoas em situação de rua utilizam os serviços de acolhimento. Aproximadamente 40 se recusam a ir para os abrigos até mesmo em dias frios. A Defesa Civil também irá entregar doações às famílias mais vulneráveis.

A Prefeitura de Pelotas abriu até domingo as portas do Colégio Municipal Pelotense para abrigar moradores de rua, que podem levar seus animais de estimação caso queiram. O acolhimento nas salas da escola, a princípio, será das 19h às 7h para até 30 pessoas. No local, será utilizado o refeitório para a distribuição de refeições e duas salas terão colchões e cobertores. Os animais de estimação receberão no local ração e tratamento para doenças transmitidas entre as pessoas e os animais. Em razão das baixas temperaturas, a UBAI do bairro Navegantes ampliou o horário no período até a meia-noite. O SAMU irá contar com um veículo extra para atendimento, que pode ser solicitado pelo telefone 192. Caso algum cidadão identifique pessoas com dificuldades, em função do frio, pode acionar o socorro pelo número. A Casa de Passagem, na região do bairro Navegantes, segue atendendo a comunidade. São 82 vagas para pernoite, com direito a banho, material de higiene e roupas limpas. Os abrigados recebem janta e podem guardar seus pertences em espaço apropriado. A casa funciona todos os dias das 19h às 7h. A prefeitura também solicita a doação de cobertores e roupas quentes, especialmente masculinas e infantis. As peças podem ser entregues na Secretaria de Assistência Social, das 8h às 17h30min. Quem não conseguir ir ao local pode entrar em contato pelos telefones (53) 3309-3600 ou (53) 3309-3640.

Veja Também


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895