Municípios do RS reduzem, aos poucos, faixa etária para recebimento da 4ª dose contra a Covid-19

Municípios do RS reduzem, aos poucos, faixa etária para recebimento da 4ª dose contra a Covid-19

Na segunda-feira, Ministério da Saúde autorizou a aplicação em pessoas a partir dos 40 anos

Fernanda Bassôa

Em Viamão, três unidades de saúde realizam atendimento em horário estendido

publicidade

Com a liberação, por parte do Ministério da Saúde, em aplicar a quarta dose contra a Covid-19 em pessoas com mais de 40 anos, a partir da última segunda-feira, aos poucos, municípios gaúchos ampliam o público-alvo apto a receber o imunizante.

A Prefeitura de Gravataí iniciou nesta quinta-feira, a aplicação da quarta dose contra a Covid-19 em pessoas com 45 anos ou mais. De acordo com a recomendação do Ministério da Saúde, a vacinação deve acontecer com um intervalo mínimo de quatro meses a partir da terceira dose. De acordo com o secretário municipal da Saúde, Régis Fonseca, essa ampliação do público-alvo apto a receber a quarta dose é importante para reforçar a imunização das pessoas que pertencem a essa faixa etária. “Temos uma rede de saúde ampla e muito atuante. Seguiremos firmes no propósito de imunizar nossa população com agilidade e eficiência”, destacou Régis. Assim, pessoas, com 45 anos ou mais, que receberam a terceira dose até 23 de fevereiro já podem procurar a unidade de saúde mais próxima para receberem a vacina.

Em Viamão, equipes da saúde aplicam a quarta dose em pessoas com 40 anos ou mais, que tenham respeitado um intervalo de quatro meses da terceira dose. No município, três das 20 unidades de saúde atendem em horário estendido. São elas, Santa Isabel, Águas Claras e São Lucas, que ficam abertas até as 20h. As demais unidades atendem das 8h às 17h.

A Prefeitura de Sapucaia do Sul também aplica, a partir desta quinta-feira, a quarta dose da vacina contra a Covid-19 na população a partir dos 40 anos, nas 28 unidades de saúde do município. De acordo com a Administração, para receber a dose do imunizante não é necessário agendamento, apenas procurar uma das unidades de saúde referência do bairro, das 8h às 18h.

Veja Também


Mais Lidas


Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895