Mutirão para remoção de fios acontece nesta quinta em Novo Hamburgo

Mutirão para remoção de fios acontece nesta quinta em Novo Hamburgo

Empresas de telefonia, Internet e TV a cabo identificaram os fios que podem ser removidos

Stephany Sander

A ação vai abranger toda a área de tombamento do Centro Histórico

publicidade

Terá início nesta quinta-feira, o mutirão que deve remover e organizar a fiação que se acumula em postes do bairro histórico de Hamburgo Velho, em Novo Hamburgo. A data foi dada como prazo para que as empresas de telefonia, Internet e TV a cabo identifiquem os fios e o que não estiver de acordo, será retirada. A ação, coordenada pela RGE Sul, começará em frente à Escola de Aplicação Feevale, até a rua Barão de Santo Ângelo, em direção ao bairro Canudos, seguindo até o Museu Fundação Scheffel. A ação vai abranger toda a área de tombamento do Centro Histórico.

As atividades foram definidas há cerca de um mês, segundo o secretário municipal de Cultura, Ralfe Cardoso, em reuniões com representantes da RGE e de empresas de telefonia e comunicação, visando o dia 25 de julho, Dia da Imigração Alemã no Brasil, e que é festejado no Vale do Sinos. “Precisamos entrar em um processo de parceria, somos transitórios, no futuro não estaremos aqui, mas teremos plantado mais que uma ideia, uma mudança de postura”, destaca o secretário. O Centro Histórico de Hamburgo Velho, diz ele, deve se transformar naquele lugar de pertencimento de todos os hamburguenses e também como atrativo para o fazer cultural e turismo.

Representante da RGE e responsável por notificar as outras empresas que mantêm fios e cabos nos postes, Elisandra Castro reforça o comprometimento da empresa em promover esta modificação por meio da reorganização dos fios. “Para isso, sem dúvida, devemos atuar em parcerias, junto com os compartilhantes”, diz Elisandra, que é consultora de negócios da RGE. Conforme Ralfe, a prioridade deste primeiro ponto foi estabelecida pensando no final de semana que será marcado pela reabertura da Fundação Scheffel e do Museu Casa Schimdt Presser. O curador dos espaços, Angelo Reinheimer, frisa que os dois espaços reabrirão ao público no domingo, das 10 às 17 horas, após o período de fechamento de mais de um ano em função da pandemia.

Veja Também


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895