Pelotas e Rio Grande registram novos óbitos pela Covid-19

Pelotas e Rio Grande registram novos óbitos pela Covid-19

Secretarias municipais registram seis novas fatalidades nesta quarta-feira

Por
Angélica Silveira

Pelotas registra 1.220 casos da doença


publicidade

As secretarias municipais de Pelotas e Rio Grande registraram, respectivamente, quatro e dois novos óbitos pela Covid-19 nesta quarta-feira.

Em Rio Grande, as vítimas foram dois homens. Um, de 72 anos, tinha doença cardiovascular crônica e era aposentado. O outro, de 63 anos era pescador e tinha diabetes e hepatopatia. Com isto, o total de mortes no município por Covid-19 chegou a 73.

Também nesta quarta-feira foram contabilizados mais 32 registros de pessoas contaminadas com o novo coronavírus elevando o total para 1593. Dos casos confirmados até agora, 99 pacientes estão em isolamento domiciliar ou hospitalar e 1471 são considerados recuperados. 

Na cidade Pelotense, as vítimas também foram todos homens. Um, de 74 anos, internado na UTI do Hospital Escola da Universidade Federal de Pelotas desde o último dia 25. Ele morreu às 5h desta quarta-feira. Outro de 98 anos, estava internado na Beneficência Portuguesa quando faleceu nesta terça-feira. Ele teve o resultado positivo para Covid-19 confirmado nesta quarta. Outro de 79 anos, internado na Beneficência Portuguesa faleceu nesta segunda-feira. O exame positivo para Covid-19 também foi confirmado nesta quarta-feira. Outro, de 81 anos, morreu na Unidade de Pronto Atendimento no último dia 27. O exame positivo para coronavírus foi confirmado nesta quarta-feira.


A vítima mais recente tinha 67 anos, estava internado no Hospital Escola da Universidade Federal de Pelotas desde o último dia 2. Ele morreu na tarde desta quarta-feira.  Mesmo dia em que 64 pessoas entraram na lista de contaminados pela Covid-19 da Secretaria Municipal de Saúde. Com isto nesta quarta-feira chegou a 1220 infectados. Destes 795 são considerados recuperados, 360 permanecem isolados e 36 internados, além de 29 mortes pela Covid-19.