Programação vai marcar reinauguração de biblioteca de Santa Cruz do Sul
capa

Programação vai marcar reinauguração de biblioteca de Santa Cruz do Sul

Atrações culturais ao ar livre serão realizadas de quarta a sexta-feira para a abertura do espaço público em novo local

Por
Correio do Povo

O prédio da biblioteca era o antigo presídio do município

publicidade

Extensa programação cultural marca a reinauguração da Biblioteca Pública Municipal Elisa Gil Borowski nesta semana em Santa Cruz do Sul. Batizada de Esquina da Cultura, a ação se estende de quarta a sexta-feira com atrações ao ar livre na rua Galvão Costa. O trecho entre a Marechal Floriano e a Tenente Coronel Brito ficará fechado para veículos e receberá uma infraestrutura que inclui anfiteatro com 200 cadeiras e caminhão palco.

Haverá teatro, música, dança, literatura, exposição de artes plásticas e rádio cultural ao vivo, protagonizados por artistas locais. Parte das atividades ocorre à tarde, voltadas aos alunos da rede municipal, enquanto a outra será à noite. A maratona culminará com o ato de inauguração da biblioteca, que fica no prédio do antigo Presídio Municipal, às 17h de sexta-feira.

O caminhão palco, denominado RecreArte do Sesc, ficará estacionado em frente à Praça da Cultura José Paulo Rauber Filho. A programação começa na noite de quarta com a abertura oficial do Projeto Esquina da Cultura, às 19h, seguido de apresentação artística com o Grupo Oktobertanz, encenação da peça teatral “Die Gute Zeite” e o concerto com a Orquestra Santa Brass Band. Na quinta e sexta-feira, as atividades ocorrerão nos à tarde e à noite. 

A programação foi construída para contemplar crianças, adultos e idosos. O secretário municipal de Cultura, Edemilson Severo, afirma que o projeto é uma conjunção entre cultura, entretenimento e lazer, sendo a reinauguração da Biblioteca Pública o ápice do evento. “O espaço que já serviu de prisão, hoje, se pode ver transmutado em um verdadeiro templo do saber, onde o que impera é a liberdade do pensar, porque o pior cárcere é o que aprisiona as mentes. E a cultura, não há dúvida, é antes de tudo libertadora”, disse.

O prédio do antigo presídio onde funcionará a Biblioteca Pública e a estrutura administrativa da Secretaria Municipal de Cultura foi inaugurado em 1900 e é uma das construções protegidas pelo Patrimônio Histórico e Cultural do Município. Por isso, a fachada foi restaurada de acordo com as normas desse órgão sob coordenação da pasta de Planejamento, para que todas as características históricas da edificação fossem preservadas.

O local, em frente ao Monumento do Imigrante, recentemente abrigava a Secretaria de Agricultura. Na mesma quadra, houve a inauguração da Praça da Cultura em 12 de outubro, na esquina das ruas Galvão Costa e Marechal Floriano, que ambientará no seu entorno a biblioteca. Todas as obras foram feitas com recursos da prefeitura.