São Leopoldo passa a ter quatro estações de monitoramento pluviométrico

São Leopoldo passa a ter quatro estações de monitoramento pluviométrico

De acordo com a Defesa Civil, o controle não estava sendo muito eficiente, apenas com uma fonte de monitoramento

Stephany Sander

Técnicos do órgão estiveram na cidade para ajustar os instrumentos das estações

publicidade

A cidade de São Leopoldo conta agora com quatro estações de monitoramento pluviométrico do Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden). Técnicos do órgão estiveram na cidade para ajustar os instrumentos das estações que até então contava apenas com um equipamento para o controle pluviométrico, na rua da Praia.

Dois já passaram por reparos, um na Unidade Básica de Saúde (UBS) do bairro Vicentina e outro na Escola Municipal de Ensino Fundamental (EMEF) Olímpio Albrecht, no bairro Feitoria. Os outros dois serão ajustados ao longo desta semana. Um fica localizado na EMEF Paulo Couto, no bairro Arroio da Manteiga. Este fica num local de difícil acesso e, com o tempo chuvoso não foi possível o reparo. O outro equipamento está localizado na Escola Estadual Amadeo Rossi, no bairro Santa Teresa, e a Defesa Civil ainda não conseguiu contato com os responsáveis para abrir o local.

De acordo com o coordenador técnico da Defesa Civil, Fabiano Camargo, o controle não estava sendo muito eficiente, apenas com uma fonte de monitoramento. “Esses equipamentos são extremamente sensíveis, sendo assim, nas diversas ocasiões em que ocorria algum problema, São Leopoldo tinha de recorrer às cidades vizinhas para comparar e fazer uma média dos dados coletados para ter uma informação minimamente confiável a respeito dos próprios níveis de chuva. Com o funcionamento dos quatro pontos teremos uma precisão maior em verificar quanto choveu na cidade e verificar os impactos das chuvas tanto no nível do rio dos Sinos, quanto nos sistemas de macro e micro drenagem nos bairros,” pontuou.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895