Santa Casa de Uruguaiana retoma atendimentos no setor de radioterapia oncológica
capa

Santa Casa de Uruguaiana retoma atendimentos no setor de radioterapia oncológica

Local especializado no serviço estava inativo há três meses

Por
Fred Marcovici

Proposta é reduzir gradativamente a demanda aos 12 municípios da Fronteira Oeste atendidos pelo serviço

publicidade

No desenvolvimento do novo projeto de gestão administrativa que redimensiona e reabre serviços da instituição, a Santa Casa de Caridade de Uruguaiana anunciou a retomada dos atendimentos do setor especializado em radioterapia oncológica, após três meses inativos. A demanda reprimida de pacientes hoje na fila para procedimentos de quimioterapia e radioterapia começa a ser gradativamente atualizada. E estima-se que ainda em março haverá uma acomodação do sistema.

O processo, no entanto, não depende exclusivamente de ações da Secretaria Municipal de Saúde envolve a Santa Casa e a 10ª Coordenadoria Regional de Saúde (CRS) – sediada em Alegrete, por onde tramitam as solicitações enviadas pelo hospital. Segundo a secretária de Saúde, Carla Zílio, o hospital remete a agenda de vagas disponíveis para a 10ª CRS que autoriza os primeiros exames de acordo com a quota destinada para cada município, independentemente, da demanda do polo de referência.

Conforme Carla, atualmente, em Uruguaiana, há pelo menos 32 pacientes na fila de espera para dar início ao tratamento, porém um número menor será chamado, na primeira etapa, devido à reduzida capacidade temporária de atendimento do serviço. Há também a necessidade de contratar mais um profissional ao setor. Hoje, segundo o médico José Müller, 70 pacientes realizam sessões de radioterapia nos atuais moldes do segmento de oncologia da Santa Casa.

Na última semana peça do acelerador linear foi recuperada por profissionais paulistas que estiveram na cidade para repor o equipamento em funcionamento. A proposta é reduzir gradativamente a demanda aos 12  municípios da Fronteira Oeste atendidos pelo serviço.