Temporal em Uruguaiana provoca destelhamentos e ventos de 110 km/h

Temporal em Uruguaiana provoca destelhamentos e ventos de 110 km/h

Faltou luz durante período de forte instabilidade

Fred Marcovici

Árvores foram derrubadas durante o temporal

publicidade

O temporal, que iniciou por volta das 16h45min desta terça-feira em Uruguaiana, na Fronteira Oeste, anotou rajadas de vento que alcançaram 110 quilômetros por hora, de acordo com dados do Destacamento de Controle e Proteção do Espaço Aéreo do Aeroporto Rubem Berta.

Uma série de pontos do município tiveram o fornecimento de energia elétrica interrompido, entre eles a União das Vilas, bairros Rio Branco, Santo Antônio, João Paulo II e Rui Ramos. Artefatos se desprenderam de painéis e placas. Na Vila Júlia uma árvore foi arrancada e tombou sobre a via.

No Cabo Luiz Quevedo, um poste caiu e fios se romperam ainda energizados na rua Gonçalves Viana. Uma outra árvore caiu no pátio de uma moradia no bairro São João. Duas casas foram destelhadas no bairro São Miguel. A Defesa Civil forneceu lonas a ambas.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895