Confecção de Carteira de Trabalho apresenta problemas em Porto Alegre

Confecção de Carteira de Trabalho apresenta problemas em Porto Alegre

Longas filas e horas de espera frustraram quem precisava do serviço nesta quinta-feira

Correio do Povo

Confecção de Carteira de Trabalho apresenta problemas em Porto Alegre

publicidade

O serviço para a confecção da Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS) voltou a apresentar problemas na manhã desta quinta-feira em Porto Alegre. Na agência do Tudo Fácil da avenida Borges de Medeiros, no Centro de Porto Alegre, desde cedo formaram-se longas filas e os funcionários da Fundação Gaúcha do Trabalho e Ação Social (Fgtas) avisaram o público sobre a demora no atendimento.

O público teve que aguardar a retomada do sistema de emissão eletrônica do documento que pela manhã caiu duas vezes. Moradora de Alvorada, na região Metropolitana de Porto Alegre, Janice Brasil Leal, que estava acompanhada da filha Dulia, disse que chegou por volta das 7h na agência do Tudo Fácil da avenida Borges de Medeiros. “Estamos esperando há mais de quatro horas para a realização da carteira”, lamentou. Ela foi informada pelos servidores sobre a queda as duas do sistema eletrônico. O motorista José Menezes afirmou que não restava outra alternativa que não fosse esperar. “Preciso da segunda via da carteira de trabalho, mas não precisava ser tão demorado este processo”, acrescentou.

O método eletrônico para a confecção da carteira de trabalho começou a apresentar problemas em abril deste ano em virtude de uma instabilidade no sistema ocorrido em Brasília. Nessa quarta-feira, o ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira, anunciou que em razão das falhas do sistema o documento seria feito manualmente. No entanto, a Fgtas informa que a opção é voltada apenas a casos emergenciais.

O encaminhamento em caráter emergencial de carteira de trabalho ocorre nas agências Tudo Fácil Centro e zona Sul de Porto Alegre, Guaíba, Esteio, Novo Hamburgo, São Leopoldo e Taquara. Os atendentes estão orientados para encaminharem o documento digitalmente, mas, caso o sistema do Ministério do Trabalho esteja instável, será manualmente.

São atendidos apenas casos emergenciais, como, por exemplo, de trabalhadores admitidos ou que necessitam do documento para solicitar o seguro-desemprego. Na manhã desta quinta, a emissão eletrônica enquanto funcionou foi possível realizar o encaminhamento de mais de 100 carteiras de trabalho.

publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895