Dólar encosta em R$ 5,20 com inflação nos EUA

Dólar encosta em R$ 5,20 com inflação nos EUA

Bolsa cai 1,67% e atinge menor nível em quase dois meses

Agência Brasil

Dólar operou em queda de 1,85% no início da tarde desta sexta-feira

publicidade

Num dia de turbulência no mercado global, o dólar reverteu as quedas recentes e voltou a encostar em R$ 5,20. A bolsa de valores caiu e fechou no menor nível desde o início de janeiro.

O dólar comercial encerrou esta sexta-feira (24) vendido a R$ 5,199, com alta de R$ 0,063 (+1,23%). A cotação iniciou o dia em pequena alta, mas passou a disparar após a divulgação de dados de índices de inflação nos Estados Unidos. Na máxima do dia, por volta das 15h, encostou em R$ 5,21.

Com a alta de hoje, a moeda norte-americana, que até quinta-feira (23) caía na semana, encerrou a semana de carnaval com alta de 0,69%. A divisa acumula valorização de 2,4% em fevereiro, mas cai 1,53% em 2023.

No mercado de ações, o dia foi mais tenso. O índice Ibovespa, da B3, fechou aos 105.798 pontos, com recuo de 1,67%. O indicador está no menor nível desde 4 de janeiro.

Tanto o dólar como a bolsa foram influenciados pelo mercado global. Nesta sexta, os Estados Unidos divulgaram que a inflação ao consumidor atingiu 0,6% em janeiro, acelerando em relação a dezembro, quando tinha subido 0,2%.

A inflação em alta reduziu as chances de que o Federal Reserve (Fed, Banco Central norte-americano) eleve os juros mais do que o esperado, aumentando a chance de recessão nos Estados Unidos. Taxas altas em economias avançadas estimulam a fuga de capitais de países emergentes, como o Brasil.


Mais Lidas

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895