Escola de arte atrai público infantil

Escola de arte atrai público infantil

Professora decidiu empreender a partir da experiência profissional

Correio do Povo

Trabalho com as crianças exige adaptações e flexibilidade

publicidade

Após dois anos de planejamento, a professora de artes Adriana Henry Camara colocou em prática, em 2022, um projeto para oferecer aulas e oficinas de pintura, desenho e técnicas mistas e contemporâneas para crianças e adultos, em Porto Alegre. Empreender, mesmo em um segmento que domina há décadas, é um desafio diário, segundo ela.

“É uma dinâmica muito diferente para quem atuava principalmente na educação pública”, observa, contando que buscou conhecimento na área de negócios para administrar o empreendimento. “É preciso estar atenta às oscilações políticas e econômicas que afetam diretamente o crescimento do negócio”, diz a proprietária do Atelier Adriartes.

O trabalho, principalmente com as crianças, também exige adaptações e flexibilidade. “Esta geração tem muitas informações, estímulos, oportunidades diferentes de aprendizagem e crescimento. Por causa do excesso de telas, às vezes é difícil manter a atenção, a persistência, o foco em determinadas propostas. Por isso, a arte é tão importante para desenvolver habilidades”, descreve.

Atenta a essas especificidades, o Atelier Adriartes foi ganhando espaço e oferecendo cursos de formação para professores, encontros de economia criativa para vendas e divulgação de produtos de artistas. No mesmo espaço, Adriana também expõe e vende a produção artística própria.

Pequenos negócios

Enquanto o crescimento do país em 2023 foi de aproximadamente 2,9%, as pequenas e médias empresas tiveram avanço de cerca de 7% no ano, segundo o Índice Omie de Desempenho Econômico das Pequenas e Médias Empresas (IODE-PMEs). Os pequenos negócios já são responsáveis por 30% do PIB e geraram oito em cada dez postos de trabalho em 2023.

Ação para mulheres

O Sebrae terá o mês de março dedicado ao empreendedorismo feminino com um calendário de atividades. Entre elas, estão o lançamento do Prêmio Sebrae Mulher de Negócios, uma cartilha sobre violência contra a mulher e o lançamento do Mulheres em Foco, curso desenvolvido pelo Sebrae, direcionado às mulheres que empreendem ou planejam empreender.


Mais Lidas

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895