Indústria gaúcha recua 1,5% em novembro, diz IBGE
capa

Indústria gaúcha recua 1,5% em novembro, diz IBGE

Resultado nacional ficou em retração de 1,2% na passagem de outubro para novembro

Por
Correio do Povo

Veículos produzidos na GM de Gravataí


publicidade

A produção industrial de 11 dos 15 locais pesquisados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) caiu no mês de novembro de 2019. Os dados da Pesquisa Industrial Mensal Regional, divulgados nesta terça-feira, mostram também que a indústria gaúcha recuou 1,5%, índice acima da média do País. No mês anterior, o Rio Grande do Sul havia registrado retração de 0,3%.

O resultado nacional ficou em retração de 1,2% na passagem de outubro para novembro. A queda de 2,6% da produção industrial paulista puxou o setor para baixo. O estado do Paraná também contabilizou forte recuo de 8% em sua produção industrial, assim como Espírito Santo (-4,9%) e Pernambuco (-4,1%).

“O recuo foi atribuído à influência negativa do setor de alimentos, principalmente o açúcar, compensando a alta inesperada do mês anterior. Outro fator que afetou a produção industrial de São Paulo foi a redução da produção do setor de veículos automotores, especialmente automóveis, devido ao período de férias coletivas, após a antecipação de produção em outubro”, explica o analista responsável pesquisa, Bernardo Almeida.


O Paraná apresentou a segunda maior influência negativa e a mais intensa desde maio de 2018 (20,1%), quando ocorreu a greve dos caminhoneiros. A queda ocorreu por conta da redução na produção de derivados de petróleo e produção de veículos automotores, também em função das férias coletivas após antecipação da produção em outubro.