Leilão para revitalização do Cais Mauá é adiado para 16 de novembro

Leilão para revitalização do Cais Mauá é adiado para 16 de novembro

De acordo com governo, empresas pediram novo prazo para aprofundar estudos sobre o edital

Correio do Povo

Obras do Cais Mauá estarão a pleno em três meses, garante consórcio

publicidade

O governo do Rio Grande do Sul anunciou nesta segunda-feira que o leilão para revitalização do Cais Mauá, em Porto Alegre, foi adiado para 16 de novembro. Inicialmente, o certame na B3, em São Paulo, seria realizado em 26 de setembro. 

De acordo com a gestão gaúcha, o novo prazo se deve à solicitação formal de empresas interessadas na estruturação imobiliária no modelo de parceria público-privada (PPP). As instituições pediram ao governo a nova data com o objetivo de aprofundar os estudos sobre o edital.

O projeto, elaborado em parceria com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e o Consórcio Revitaliza, é um dos pioneiros na estruturação de ativos imobiliários em modelo de PPP, com foco no desenvolvimento sustentável e no resgate da relação histórica do cais com o Guaíba.

Os investimentos previstos em restauro, urbanização e revitalização somam R$ 355 milhões para as áreas concedidas. Outros R$ 20,5 milhões serão gastos anualmente para operação e manutenção das áreas sob concessão, ao longo de 30 anos de contrato. Além disso, haverá um conjunto de investimentos que serão realizados para o desenvolvimento imobiliário na área das docas do Cais Mauá, de acordo com o potencial construtivo.


Artista transforma hobby em negócio

Bruno Lorenz desenha imóveis de Porto Alegre e compartilha conhecimentos ensinando a técnica

Mais Lidas





Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895