País está em situação que permite ter muita esperança do ponto de vista econômico, diz Haddad

País está em situação que permite ter muita esperança do ponto de vista econômico, diz Haddad

Ministro da Fazendo disse que Brasil está chamando cada vez mais a atenção do mundo por ter superado crises externas com resiliência

AE

publicidade

O ministro da Fazenda, Fernando Haddad, listou nesta segunda-feira, 25, movimentações na geopolítica e vantagens naturais competitivas que permitem um futuro promissor ao Brasil. Durante fórum de economia da Fundação Getulio Vargas (FGV), o ministro, ao apontar a posição favorável do Brasil, citou o conflito comercial entre Estados Unidos e China, a guerra na Ucrânia e o "enorme endividamento" dos países em desenvolvimento, o que não é o caso do Brasil, que não tem dívida significativa em dólar.

"O Brasil está em situação que permite ter muita esperança sobre o futuro", declarou Haddad.

Ele afirmou que o Brasil está chamando cada vez mais a atenção do mundo por ter superado crises externas com resiliência desde a crise financeira internacional de 2008. Mas não só por isso.

Haddad, ao lembrar que quase metade da matriz energética brasileira vem de fontes limpas, acrescentou que o País tem vantagens competitivas ambientais que podem servir de base a uma nova industrialização.

Essa matriz energética renovável, disse, permite ao País dobrar a geração de energia limpa em até seis anos. "Temos condições para atrair investimentos em produtos verdes, que podem ser produzidos no Brasil", destacou.


Se você é um empreendedor atingido pelas cheias, saiba como recomeçar

Sebrae RS apurou que 600 mil micro e pequenas empresas foram afetadas diretamente em todo o Estado

Mais Lidas





Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895