Prévia da inflação oficial chega a 0,99% em junho, indica IBGE

Prévia da inflação oficial chega a 0,99% em junho, indica IBGE

IPCA-15 foi mais elevado para os meses de junho desde 1996

Correio do Povo

publicidade

A prévia da inflação oficial, medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo – 15 (IPCA-15), ficou em 0,99% em junho deste ano. Este foi o índice mais elevado para os meses de junho desde 1996, quando foi registrado 1,11%. A taxa é superior ao 0,6% de maio deste ano e ao 0,47% de junho do ano passado. Com a prévia, divulgada nesta sexta-feira pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o IPCA acumula taxa de 8,8% em 12 meses, superior ao teto da meta do governo de 6,5%. A inflação acumulada no ano é 6,28%.

Seis dos nove grupos de produtos e serviços pesquisados mostraram aceleração na taxa de crescimento de maio para junho, o grupo Comunicação, com 0,08%, foi o que menos subiu. Nas Despesas Pessoais, a alta de 1,79% foi influenciada pelos jogos de azar, cuja variação de 37,77% refletiu reajustes vigentes desde 18 de maio nos valores das apostas. Este item liderou a relação dos principais impactos, detendo 0,14 ponto percentual (p.p.) do índice do mês. Além dele, no grupo, outros itens exerceram influência sobre o resultado, principalmente empregado doméstico, com alta de 0,65%.

Nos alimentos, responsáveis por cerca de 1/3 do índice, com contribuição de 0,30 p.p., a alta foi de 1,21%. Destacaram-se os aumentos ocorridos nos preços da cebola (40,29%), tomate (13,00%), cenoura (5,59%), batata inglesa (4,42%), carnes (1,63%), leite longa vida (1,24%), lanche (1,07%), pão francês (0,98%) e outros. Considerando as regiões pesquisadas, observa-se que foi na região metropolitana de Recife que os preços dos alimentos mais subiram, atingindo 1,84%. A variação mais baixa foi registrada em Porto Alegre (0,43%).




publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895