Prévia do PIB tem alta pelo terceiro mês consecutivo em julho, diz Banco Central

Prévia do PIB tem alta pelo terceiro mês consecutivo em julho, diz Banco Central

Indicador cresceu 2,15% no mês em relação a junho. Já em relação ao mesmo mês de 2019, houve queda. Em 2020, riquezas brasileiras encolheram 5,77%

R7

Prévia do PIB tem alta pelo terceiro mês consecutivo em julho, diz Banco Central

publicidade

A atividade econômica brasileira registrou a terceira alta mensal consecutiva em julho, de acordo o IBC-Br (Índice de Atividade Econômica), conhecido como prévia do Produto Interno Bruto (PIB). O IBC-Br teve crescimento de 2,15% na comparação com junho, de acordo com o dado divulgado pelo Banco Central nesta segunda-feira. 

Em maio, o crescimento foi de 1,31% e, em junho, de 4,89%. Portanto, há três meses que a economia brasileira dá sinais de recuperação em meio à turbulência provocada pela pandemia do novo coronavírus. O PIB é a soma de todos das riquezas de todos os bens e serviços produzidos pelo país. Apesar da alta frente ao mês anterior, o IBC-Br teve queda de 4,89% em comparação a julho de 2019.

No ano de 2020, porém, o resultado ainda é negativo. De janeiro a julho, a prévia do PIB acumula perda de 5,77%. Vale lembrar que, em abril, as riquezas brasileiras se encolheram quase 10%, segundo o indicador.

 


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895