Restituição do IR cresce 7% e bate recorde durante a pandemia

Restituição do IR cresce 7% e bate recorde durante a pandemia

O volume chegou a R$ 31 bilhões e até o momento foram beneficiadas 17 milhões de pessoas físicas e cerca de 830 mil pessoas jurídicas

R7

Restituição do IR cresce 7% e bate recorde durante a pandemia

publicidade

A Receita Federal informou que foram pagos mais de R$ 31 bilhões em  restituições, ressarcimentos e reembolsos, de janeiro a outubro deste ano. O valor representa um aumento de 7% em relação ao mesmo período de 2019, que registrou cerca de R$ 29 bilhões.

O volume deste ano foi o maior da história, de acordo com a Receita, que atribuiu o resultado ao fato de a restituição ter sido mais ágil, por causa da redução de sete para cinco lotes de devolução. O que ajudou a estimular a economia e a diminuir os impactos da crise provocada pela pandemia do conronavírus.

Veja Também

Além das restituições do Imposto sobre a Renda da Pessoa Física (IRPF), que totalizam um valor de R$ 25,5 bilhões, foram considerados também os demais pedidos de restituição, ressarcimento e reembolso, representando cerca de R$ 5,85 bilhões.

Até o momento, foram beneficiados aproximadamente 17 milhões de pessoas físicas e cerca de 830 mil pessoas jurídicas.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895