Sindicato dos EUA fecha acordo para evitar greve com Mack, fabricante de caminhões da Volvo

Sindicato dos EUA fecha acordo para evitar greve com Mack, fabricante de caminhões da Volvo

Solução aconteceu neste domingo e foi anunciada nas redes sociais

AE

Quase 4 mil trabalhadores participaram da decisão preliminar

publicidade

O sindicato norte-americano United Auto Workers (UAW) chegou ao fim neste domingo (1º), através de um acordo com a Mack Truck, do grupo Volvo, e o acordo evita uma potencial greve entre os funcionários dessa empresa. O sindicato informou que quase 4 mil dos trabalhadores da fabricante de caminhões na Pensilvânia, em Maryland e na Flórida fecharam uma resolução preliminar antes do prazo estabelecido da meia-noite do domingo, em um post nas redes sociais.

O acordo pode ser boa ou má notícia para as empresas Ford, General Motors e Stellantis, no momento em que há greves em Detroit pela terceira semana consecutiva em suas fábricas. Os detalhes do tratado ainda não foram divulgados, mas indica que é possível haver sucesso no diálogo, e rápido, se necessário.

Na quinta-feira, foi anunciado que o sindicato e a Mack Trucks ainda estavam "bem distantes no aspecto econômico", mas a solução surgiu dias depois. Por outro lado, mais uma greve teria retirado dinheiro do fundo do sindicato para paralisações. O acordo no último minuto, portanto, garante mais fundos disponíveis para as paralisações nas três empresas citadas, que pararam suas atividades em 15 de setembro.

No início da greve, o sindicato tinha aproximadamente US$ 825 milhões no fundo para greve, e planejava dar aos trabalhadores parados cerca de US$ 500 por semana.

O sindicato expandiu sua greve contra a GM e a Ford na sexta-feira, tendo como alvo mais uma fábrica de cada empresa. A Stellantis, controladora da Chrysler, foi poupada dessa vez, mas a Ford, que evitou a escalada da semana passada, foi agora incluída, o que sugere que o sindicato não está mais satisfeito em relação às conversas com esta empresa.


Mais Lidas

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895