Em dia de volta às aulas em Porto Alegre, nem todas escolas operaram normalmente

Em dia de volta às aulas em Porto Alegre, nem todas escolas operaram normalmente

Expectativa era do retorno presencial de 14 mil alunos do 6º ao 9º anos do Ensino Fundamental

Gabriel Guedes

Calendário de retorno às aulas presenciais prevê uma volta escalonada

publicidade

A semana começou com a previsão do retorno às aulas presenciais de 14 mil alunos do 6º ao 9º anos do Ensino Fundamental, em Porto Alegre. Mas entre as 52 escolas da rede municipal, nem todas abriram as portas na Capital. De quatro instituições consultadas, três estavam trabalhando com ensino remoto ou fechadas para manutenção ou por surto de Covid-19. A Secretaria Municipal de Educação (Smed) não forneceu um levantamento completo sobre a situação e preferiu não se manifestar sobre a retomada nesta segunda-feira.

O calendário de retorno às aulas presenciais prevê uma volta escalonada, por faixa escolar, a cada semana. A estratégia de distanciamento, apresentada ainda no mês de fevereiro, estabelece um revezamento das turmas, com a possibilidade de atendimento de 100% das crianças matriculadas em até cinco dias, conforme a configuração das salas de cada unidade escolar.

Veja Também

Na Escola Municipal de Ensino Fundamental (EMEF) Afonso Guerreiro Lima, na Lomba do Pinheiro, a diretora Daiane Lisboa relatou a presença de 50 alunos nesta manhã. Na EMEF Chico Mendes, bairro Mario Quintana, a escola só vai retomar as atividades nesta terça-feira. "Excepcionalmente hoje (ontem) não funcionamos por causa da limpeza da caixa d'água", explica a vice-diretora, Fabricia Kubievewski.  

Na EMEF Pres. João Belchior Marques Goulart, no bairro Sarandi, a investigação de um surto de Covid-19 deixou o local fechado nesta segunda-feira. A direção preferiu não se manifestar sobre o assunto. Contudo, a Smed informa que os profissionais de ensino do município - professores e funcionários - estão passando por testagem periódica para Covid-19. Até sexta-feira, teriam sido encaminhados para teste 2.015 profissionais de 15 escolas, dos quais 344 já coletados e 223 com resultados entregues. nenhum resultado positivo foi detectado. Já na EMEF Décio Martins Costa, também no Sarandi, a escola funcionou conforme o previsto. Em uma das salas, havia apenas dois alunos.  

Ao todo, 14.519 estudantes dessa faixa estão matriculados em escolas municipais de Porto Alegre. Eles somam-se às 44 mil crianças, cujo comparecimento às escolas reiniciou entre os dias 29 de abril e 10 de maio. Ao longo das primeiras semanas de aulas desde o dia 29 de abril, o levantamento diário realizado pela Smed apontou o comparecimento total de mais de 35 mil crianças, nos turnos da manhã e tarde.  

Na segunda-feira da semana que vem, dia 24, será a vez dos alunos do Ensino Médio, Cursos Técnicos e Curso Normal.  


 


publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895