GetEdu inaugura complexo de ensino de tecnologia digital no Instituto Caldeira

GetEdu inaugura complexo de ensino de tecnologia digital no Instituto Caldeira

Empresa é uma das parceiras oficiais da Google For Education no Brasil

Taís Teixeira

Espaço busca preparar para era digital

publicidade

Fortalecer a cultura digital como ferramenta para a educação do setor público. Esse é um dos  mantras que fundamentam a GetEdu, que teve seu espaço inaugurado nesta quinta-feira, no Instituto Caldeira, bairro Navegantes, em Porto Alegre. A empresa, que é uma das parceiras oficiais da Google For Education no Brasil, foi uma das responsáveis pela implementação do sistema digital que permitiu o acesso dos alunos da rede pública às aulas durante a pandemia.

Há sete anos no mercado e com atuação em vários estados, a empresa consolida a inserção no RS com o espaço físico mantendo o foco no ensino público e ampliando para o privado. Entre as metas da empresa, destaca-se a qualificação de profissionais cuja atuação perpassa a educação (professores, gestores, políticos, entre outros) e o preparo dos alunos das séries finais do ensino fundamental e médio para o mercado de trabalho na área de tecnologia.

O diretor-executivo da GetEdu, Daniel Garrido, entende que é preciso inserir o professor no contexto digital para que desenvolva uma linguagem atualizada, tornando as aulas mais atrativas para o aluno. “A plataforma Google é gratuita, possibilitando a criação de contas para professores, alunos, gestores e servidores da educação e nós oferecemos a formação e implantação para potencializar o uso da ferramenta, seguido de acompanhamento técnico e pedagógico”, detalhou. Nascido no município gaúcho de Dom Pedrito, “fincar o pé no RS” tem uma satisfação especial. “Quando se olha para o RS em uma perspectiva de Brasil, percebe-se que o Estado sempre esteve na vanguarda da educação”, disse.

A gerente do setor público da Google For Education no Brasil, Marici Marchini, enfatizou que essa inauguração tem um significado de protagonismo de inovação na educação, acelerado pela pandemia da Covid-19. “Esse momento trouxe marcos importantes para a educação, como a compreensão de que a tecnologia é um meio e não um fim”, salientou. Ela realçou que essa é uma ferramenta para o docente se posicionar, disponibilizando ofertas de tecnologia para desenvolver as aulas. “O professor segue sendo uma figura principal, passando de transmissor a  mentor de conteúdo”, explicou. Com o retorno das aulas presenciais, a gestora avalia que os modelos serão complementares. “Acredito nas competências digitais e essa é uma oportunidade ímpar, pois o mundo mudou, a criança mudou, ela bebeu dessa fonte e a escola não vai mais ser a mesma”, assinalou.

Os sócios-diretores da Inove Educação, Karina Menegazzo e Silvio Zomer, que participaram do processo de implementação do ensino remoto no Estado, serão os responsáveis pelo espaço na Capital. “Vamos atender alunos, educadores, gestores e prefeituras municipais que estão implementando o modelo híbrido”, esclareceu Karina. Além disso, ela mencionou que haverá um trabalho de preparo do jovem para o mercado de trabalho, enfatizando que poderão ser acolhidos pelas empresas do Instituto Caldeira.

O secretário municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Vicente Perrone, destacou a satisfação em participar de um evento com esses atores, falando de inovação e educação para potencializar Porto Alegre. “A educação é o pilar número 1 de uma sociedade inovadora e a vinda dessas empresas dá um sopro de esperança nesse sentido”, afirmou.



Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895