Governo do RS oficializa transferência de imóveis da Cientec à Uergs

Governo do RS oficializa transferência de imóveis da Cientec à Uergs

Universidade deixa de desembolsar cerca de R$ 2,5 milhões por ano com locações de imóveis

Correio do Povo

Universidade deixa de desembolsar cerca de R$ 2,5 milhões por ano com locações de imóveis

publicidade

A transferência do imóvel da Fundação de Ciência e Tecnologia (Cientec) para a Universidade Estadual do Rio Grande do Sul (Uergs) foi oficializada nesta sexta-feira pelo governador Eduardo Leite. A Uergs completa o seu 20º aniversário neste sábado.

Na mesma cerimônia, com a presença dos secretários de Inovação, Ciência e Tecnologia, Luís Lamb; de Planejamento, Governança e Gestão, Claudio Gastal; e do reitor da Uergs, Leonardo Beroldt, o governador assinou um termo de compromisso de transferência do restante do complexo da Cientec.

A Uergs está organizada em sete campi regionais e em 23 unidades universitárias. A instituição tem cursos de graduação, de pós-graduação e de extensão sintonizados com as demandas locais de formação e de qualificação profissional.

“O ato simboliza o compromisso do governo com a política pública de inovação, que tem a universidade estadual como um dos principais expoentes. A nossa universidade estadual passa a ter um espaço qualificado e na vista de todos os gaúchos, porque passa a ficar no centro das tomadas de decisões do Estado. Isso reforça a responsabilidade dos gestores da Uergs para que ela, ao ser colocada no centro, possa estar também no centro daquilo que se espera dela para o desenvolvimento do nosso RS”, destacou o governador.

Foto: Gustavo Mansur / Palácio Piratini

O secretário Gastal lembrou que a ação atende aos projetos estratégicos e às metas previstas no Mapa Estratégico da gestão estadual, como o de qualificar o aprendizado para a nova economia. "Essa transferência também representa o ciclo de um projeto bem-sucedido, da idealização do que queríamos ao plano de ação que desenhamos, até chegar no dia hoje, que é a entrega para a população" , disse.

Como contrapartida pelos imóveis, a Uergs elaborou o Projeto Estratégico Uergs 20+, que reúne propostas de professores com o objetivo de ampliar a oferta de serviços pela universidade à sociedade gaúcha. De acordo com o reitor, o Uergs 20+ reafirma o posicionamento da instituição como instrumento do Estado para a execução de políticas públicas de inovação, tendo como ponto de partida a destinação do patrimônio da Cientec à universidade.

“Estamos dando hoje o primeiro passo para a consolidação do campus central, tão almejado pela universidade. Com o próximo, quando transferirmos a unidade universitária para esta mesma área, poderemos dar início ao Uergs 20+. Com a conclusão deste processo, a universidade deixará de comprometer mais de R$ 2,5 milhões ao ano com locações de imóveis, devendo redirecionar os recursos para o fortalecimento de suas atividades”, afirmou Beroldt.

Saiba mais sobre o Uergs 20+

O Uergs 20+ é composto por 70 projetos que pretendem ampliar e potencializar a oferta de ações de Ensino, Pesquisa e Extensão conectadas com os sistemas produtivos presentes no estado. Os projetos estão agrupados em três áreas estratégicas identificadas como portadoras de futuro: energia e mobilidade; recursos naturais e sistemas alimentares; espaços digitais e sistemas produtivos.

Com a iniciativa, a Uergs busca promover, de forma sustentável, o desenvolvimento científico e tecnológico do Estado, em sintonia com a política da Secretaria de Inovação, Ciência e Tecnologia (Sict).


publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895