Nem 7% dos cursos superiores do RS alcançam nota máxima no Enade

Nem 7% dos cursos superiores do RS alcançam nota máxima no Enade

Ufrgs, UFSM e Ulbra foram as instituições que tiveram maior destaque no Conceito Enade de 2017

Correio do Povo

Ufrgs foi uma das instituições que tiveram maior destaque no Conceito Enade de 2017

publicidade

Menos de 10% dos cursos de graduação no RS conquistaram a nota máxima nos Indicadores de Qualidade da Educação Superior, calculados a partir do Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade) 2017, cujos resultados foram apresentados nesta terça-feira pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais, vinculado ao Ministério da Educação (Inep/MEC).

No Conceito Enade, apenas 53 dos 770 cursos no Estado alcançaram a faixa 5; enquanto, no Indicador de Diferença entre os Desempenhos Observado e Esperado (IDD), foram 66 cursos.

Aplicado anualmente, desde 2004, o Enade é composto por questões divididas em Formação Geral e Componente Específico, visando mensurar as competências e habilidades obtidas pelos estudantes durante o Ensino Superior. Seguindo o Ciclo Avaliativo Trienal, foram avaliados, nas últimas edições do Enade, os cursos de bacharelado e licenciatura em Ciências Exatas, licenciaturas e áreas afins; e os cursos superiores de Tecnologia em Controle e Processos Industriais, Informação e Comunicação e Produção Industrial.

A partir dos resultados das provas, são calculados dois indicadores de qualidade, divididos em cinco níveis. O Conceito Enade é feito com base no desempenho dos estudantes, por meio de uma média ponderada das notas. Já o IDD considera a nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), comparando-a com o desempenho do Enade para avaliar o valor agregado pelo aluno, desde seu ingresso no curso.

No Estado, as universidades federais do RS (Ufrgs) e de Santa Maria (UFSM); e ainda a particular Ulbra se destacaram no Conceito Enade, com 17, 6 e 5 cursos na faixa máxima, respectivamente. Já referente ao IDD, a Unisinos teve 6 cursos nesse nível; e o IFRS, a UCS e a URI, registraram 5. Em relação aos cursos, destacaram-se Engenharia de Controle e Automação, da Ufrgs (conceito 4,68); Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas, do IFRS (4,92); e Tecnologia em Gestão da Produção Industrial, da Cnec Gravataí (4,99). Todos esses três ficaram com os melhores conceitos contínuos nacionais em suas áreas.

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895