Prêmio Sebrae de Educação Empreendedora anuncia vencedores
capa

Prêmio Sebrae de Educação Empreendedora anuncia vencedores

Distinção destaca práticas de ensino no Rio Grande do Sul

Por
Felipe Samuel

Integrantes do projeto Alerta! Alerta de Enchente receberam premiação

publicidade

Para dar visibilidade às melhores práticas de ensino no Rio Grande do Sul, o Sebrae anunciou nesta segunda-feira, na Capital, os vencedores do prêmio Sebrae de Educação Empreendedora. Com ênfase no trabalho desenvolvido por instituições de ensino fundamental, médio, superior e profissionalizante, a premiação visa destacar práticas de ensino de empreendedorismo e compartilhar projetos de sucesso desenvolvidos pelos estudantes.

Diretor-superintendente do Sebrae, André Vanoni de Godoy explica que o Educação Empreendedora é prioridade para a instituição, porque une educação e empreendedorismo. "É consenso que a educação é o caminho para resolver as coisas, só que as pessoas sabem que é consenso mas não agem para tornar isso uma realidade. E o Sebrae, com esse projeto de educação empreendedora, leva para as escolas fundamental, média e superior a metodologia de desenvolvimento do empreendedorismo de maneira que nós possamos instrumentalizar os jovens para que eles consigam de fato operacionalizar a questão do empreendedorismo", observa.

Godoy descartou que os cortes anunciados pelo governo federal no orçamento da Educação possam atingir os projetos da entidade. "Em tese, não interfere no nosso orçamento, porque nosso orçamento é garantido por contribuições compulsórias que as empresas fazem. O orçamento da educação do governo federal é outro item do orçamento", destaca. No entanto, ressalta que a redução pode impactar outros setores. "Esse potencial corte do sistema S é inadequado, especialmente no caso do Sebrae, porque são recursos privados que não passam nem pelo caixa do governo federal e que portanto têm uma gestão distinta das verbas da educação. Não temos receio de que esse contingenciamento possa atingir o orçamento do Sebrae.

Sobre os projetos vencedores, Godoy reforça que os casos de sucesso são fundamentais para dar credibilidade ao projeto e estimular outras instituições a adotarem ou ingressarem na iniciativa. "Reconhecimento para esses projetos exitosos é uma maneira de multiplicarmos o conceito de educação empreendedora, demonstrando para a sociedade que o projeto é bom, o modelo pode dar certo", observa. Um dos destaques da premiação, o projeto Alerta! Alerta de Enchente, de Adriana Vier e Marcelo Alexandre Azevedo, da Escola Sesi de Ensino Médio de Montenegro, ficou em primeiro lugar  na categoria Ensino Médio. Para auxiliar na prevenção de enchentes do Rio Caí, eles desenvolveram um robô que verifica a altura do nível da água e envia uma mensagem para um aplicativo.

Outros projetos vencedores são: Startup Teens, da Feevale, que ficou em primeiro na categoria Ensino Fundamental; Idear - Laboratório Interdisciplinar de Empreendedorismo e Inovação, da PUCRS, que venceu na categoria Ensino Superior; e Educação Transformadora - Transforme seu Aluno em um Empreendedor, do Senai, que ficou em primeiro lugar na categoria Ensino Profissionalizante.