Após anúncios de restrições, Porto Alegre tem movimento intenso de pedestres

Após anúncios de restrições, Porto Alegre tem movimento intenso de pedestres

Assis Brasil, Azenha e Centro Histórico tiveram grande circulação nesta manhã

Cláudio Isaías

Movimento foi intenso no Centro Histórico

publicidade

O movimento de pedestres nas avenidas de Assis Brasil e Azenha e no Centro Histórico segue se intensificando. Nem mesmo o fato de Porto Alegre estar em bandeira preta e os pedido das autoridades da área da saúde para evitar aglomerações fez com que a população mude seus hábitos. Na manhã de hoje, a avenida Assis Brasil, uma das principais vias de circulação e de comércio da Capital, estava com filas nas agências bancárias e lotéricas, lojas e minimercados. Na loja Magazine Luiza, os clientes formaram fila para realizar o pagamento da fatura. Já nos bancos e lotéricas, as filas estavam sendo supervisionadas por funcionários que informavam os clientes sobre o uso da máscara e do álcool em gel. A circulação de pessoas estava mais intensa nas proximidades do shopping center Bourbon Wallig, na zona Norte da Capital. 

O maior problema continua sendo que muita gente circula pela Assis Brasil sem máscara. A proteção é retirada para fumar, beber um café ou ainda para falar no telefone celular. Em uma loja de utensílios da avenida Assis Brasil, os clientes são informados pelo segurança do uso obrigatório da máscara. O estabelecimento comercial disponibiliza álcool em gel para higienização das mãos. 

Na manhã de sexta-feira, o movimento também foi intenso na rua dos Andradas, avenida Salgado Filho e na rua Voluntários da Pátria, no Centro Histórico, principalmente nos terminais de ônibus. Outra situação que chama a atenção é a presença de ambulantes que comercializam frutas e verduras e outros que vendem máscaras e aparelhos eletrônicos. Em função de ocuparem as calçadas da Salgado Filho, muitas pessoas acabam por se aglomerar e apresentam alguma dificuldade para circular na via. Os passageiros que aguardavam pelos ônibus estavam todos com máscara. Na avenida Azenha, a circulação estava tranquila na sexta-feira, com movimento de clientes somente nas lotéricas e nos bancos. 

Na rua dos Andradas, o público foi conferir as promoções e queima de estoques feitas pelos lojistas. As grandes redes continuam a ser os locais preferidos dos consumidores. O ponto positivo é que as pessoas que estavam na rua da Praia circulavam pela região usando máscara. Os lojistas seguem com as campanhas que "pedem que a população não promova e nem participe de aglomerações". O material exposto nas lojas alerta sobre a utilização da máscara de maneira correta, de lavar as mãos frequentemente e respeitar o distanciamento social. 

Veja Também


 


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895