Apresentado projeto vencedor de iluminação do Cais Mauá

Apresentado projeto vencedor de iluminação do Cais Mauá

Serão colocados 141 postes ao longo dos três quilômetros da área que será revitalizada

Cláudio Isaías

Serão colocados 141 postes ao longo dos três quilômetros da área que será revitalizada

publicidade

Com a proposta de trazer mais segurança para as pessoas que circularão no Cais Mauá, a arquiteta Kati Carbonel, sócia do escritório Atelier de Iluminação, apresentou nesta terça-feira na Sociedade de Engenharia do Rio Grande do Sul (Sergs) o projeto de iluminação vencedor da concorrência pública. Segundo ela, o projeto prevê a iluminação de todos os armazéns do Cais de Porto Alegre, na parte interna e externa, do Pórtico Central, da área de estacionamento e das fachadas. Serão colocados 141 postes ao longo dos três quilômetros da área que será revitalizada no Cais Mauá.

As luminárias de sódio serão substituídas por lâmpadas de LED, que segundo Kati Carbonel, são mais econômicas. Conforme a arquiteta, o projeto contempla ainda uma iluminação especial das esculturas “náuticas” - guindastes e atracadouros do Cais de Porto Alegre. “É uma honra para o escritório trabalhar em um dos cartões postais da cidade”, explicou.

O projeto de revitalização do Cais Mauá compreende um trecho de aproximadamente três quilômetros, da Estação Rodoviária de Porto Alegre até à Usina do Gasômetro. A proposta é recuperar todos os armazéns destinados a gastronomia, lazer, entretenimento e cultura, bares, restaurantes, lojas e estabelecimentos culturais.

O investimento total do projeto de restauração do Cais Mauá é de R$ 500 milhões a R$ 600 milhões. A empresa Cais Mauá do Brasil, responsável pelo projeto de restauração, destaca que será preservado o restauro do patrimônio histórico e a acessibilidade. E os armazéns serão transformados em um polo de cultura, lazer e turismo de Porto Alegre.

publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895