ATP apoia redução da tarifa, mas alerta para custos da medida
capa

ATP apoia redução da tarifa, mas alerta para custos da medida

Fortunati propôs diminuição da passagem para R$ 2,80

Por
Lucas Rivas / Rádio Guaíba

publicidade

O presidente da Associação dos Transportadores de Passageiros (ATP), Enio Roberto dos Reis, apoiou a iniciativa da Prefeitura de Porto Alegre de isentar o Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISSQN) da passagem de ônibus. A proposta será encaminhada ainda nesta terça-feira para apreciação da Câmara de Vereadores e pode reduzir a tarifa para R$ 2,80.

• IGP fecha por uma semana devido à depredação de prédio na Capital
• 52 contêineres são danificados; 44 são detidos em Porto Alegre
• Aumenta tensão no Brasil após protestos, diz imprensa internacional
• Brasil vive dia de manifestações

Reis afirmou que já havia sido sugerida à ação ao prefeito José Fortunati. No entanto, a ATP ressaltou que a categoria não pode sofrer custos com a iniciativa de diminuir o valor do transporte público na Capital.

“Buscamos uma tarifa que mantenha uma saúde financeira estável das empresas e permita a renovação de frota. O valor da tarifa é indiferente, desde que cubra os custos. Por isso, aplaudimos qualquer tipo de desoneração, porque baixar a tarifa vai ser bom para as empresas e para a população”, defendeu o presidente da ATP.

Nesta manhã, Fortunati destacou também que vai propor ao governo do Estado a isenção do Imposto sobre Operações Relativas à Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) do óleo diesel para o transporte coletivo. Se a proposta for aceita pelo governador Tarso Genro, a tarifa pode chegar a R$ 2,75 em Porto Alegre.

Bookmark and Share