Bares de Porto Alegre têm noite de aglomerações e desrespeito às novas restrições contra Covid-19

Bares de Porto Alegre têm noite de aglomerações e desrespeito às novas restrições contra Covid-19

Estabelecimentos da Cidade Baixa e o Centro Histórico receberam clientes que não respeitaram as normas de distanciamento social

Sidney de Jesus

Clientes devem estar sentados e com dois metros de distância em bares

publicidade

Após o anúncio dos decretos estaduais que determinam a volta de restrições para conter o avanço da Covid-19 no Rio Grande do Sul, a primeira noite de alguns bares de Porto Alegre registrou muita movimentação e aglomeração. Mesmo com a limitação do funcionamento até as 22h e o aumento da fiscalização, estabelecimentos da Cidade Baixa e o Centro Histórico, tradicionais locais de aglomerações da noite de capital gaúcha, receberam clientes que não respeitaram as normas de distanciamento social. Muitos frequentadores não fizeram nem mesmo o uso da máscara.

Veja Também

Na Rua dos Andradas, no centro, a maioria das mesas disponibilizadas pelos estabelecimentos estavam ocupadas e muitas foram colocadas na calçada. Bebendo e conversando próximos uns dos outros, os clientes pareciam não se importar ou não saber  das novas restrições, além de não serem repreendidos pelos donos dos estabelecimentos.

Na Rua da República, no bairro Cidade Baixa, não foi diferente. Pessoas se aglomeraram e dispensaram o uso da  máscara, desrespeitando as novas normas. Já a limitação do funcionamento dos bares até as 22 horas, determinada pelo decreto, foi cumprida pela maioria dos estabelecimentos.

Aumento de medidas restritivas em zonas de alto risco

Conforme a nova rodadado do Distanciamento Controlado, 19 das 21 regiões do Estado estão em bandeira vermelha, o que indica alto risco de transmissão da Covid-19. Entre elas, Porto Alegre. Com isso, o governo Estadual impôs medidas mais restritivas a cidades que estão em zonas consideradas de alto risco de transmissão para o Coronavírus.  Entre elas estão a suspensão de festas de fim de ano, o incentivo a restrições de encontros familiares, fechamento de atividades em espaços públicos e limitação de horário de comércio, bares e serviços de delivery, entre outros pontos. 

- Restrição de horário do comércio: até 20h
-  Bares e restaurantes poderão funcionar até as 22h, com clientes somente sentados e com dois metros de distância entre si. Mesas poderão ter até seis pessoas e fica proibida a música ao vivo ou ambiente. 
- Locais abertos poderão seguir funcionando, com controle de acesso e sem alimentação
- Vedado o funcionamento em locais fechados, como teatros, cinemas e casas de shows. 
- Eventos sociais como casamentos, festas, formaturas e aniversários estão vedados
- Áreas comuns em clubes e condomínios (brinquedos, salões de festas, piscinas, quadras e churrasqueiras compartilhadas) ficam vedadas.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895