Brasil registra aumento nos casos de SRAG entre crianças, diz Fiocruz

Brasil registra aumento nos casos de SRAG entre crianças, diz Fiocruz

Segundo o boletim InfoGripe, casos de vírus sincicial respiratório já superaram os de Covid-19 em crianças de 0 a 9 anos de idade

R7

Boletim foi publicado nesta quinta-feira

publicidade

O boletim InfoGripe divulgado pela Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz), nesta quinta-feira, mostra um aumento nos números de casos de SRAG (síndrome respiratória aguda grave) associados a vírus respiratórios entre crianças entre 0 a 9 anos de idade.

Segundo a publicação, houve aumento nos casos de VSR (vírus sincicial respiratório), com números semanais superiores aos de Sars-CoV-2, nessa faixa etária. Já para adultos com mais de 20 anos, a Covid-19 ainda predomina entre os casos de SRAG.

A partir do mês de julho, foi registrado um aumento gradual dos casos de infecção por outros vírus respiratórios, como adenovírus, bocavírus, parainfluenza 3 e parainfluenza 4.

Veja Também

De acordo com os dados, o Brasil apresenta sinais de estabilidade nos casos de SRAG, com apenas sete estados em tendência de crescimento a longo prazo (últimas 6 semanas), sendo eles: Acre, Amazonas, Bahia, Espírito Santo, Pará, Rio Grande do Norte e Rio Grande do Sul.

Apesar do cenário de estabilidade, o coordenador do InfoGripe, Marcelo Gomes, aconselha “ter cautela e acompanhar o impacto das medidas de flexibilização”.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895