Canadá prorroga proibição de entrada de estrangeiros, com exceção de estadunidenses
capa

Canadá prorroga proibição de entrada de estrangeiros, com exceção de estadunidenses

Uma quarentena obrigatória de duas semanas para todos os que chegarem ao país estará em vigor até 31 de agosto

Por
AFP

Medida vale o dia 31 de julho


publicidade

O Canadá estendeu a proibição de entrada para a maioria dos estrangeiros até 31 de julho e também seus requisitos de quarentena, em um esforço para prevenir casos importados do coronavírus. Entretanto, o fechamento geral da fronteira não se aplica às pessoas procedentes dos Estados Unidos, que podem entrar por motivos essenciais até pelo menos 21 de julho.

"As medidas fronteiriças que proíbem estrangeiros de qualquer país que não seja os Estados Unidos a entrar no Canadá, sujeitos a certas exceções limitadas (...), foram estendidas", afirmou a agência de saúde pública do Canadá em um comunicado na terça-feira. Uma quarentena obrigatória de duas semanas para todos os que chegarem ao país estará em vigor até 31 de agosto.


O Canadá registrou mais de 100 mil casos de Covid-19 e mais de 8.600 mortes, muito menos que os Estados Unidos, que registrou 2,6 milhões de contágios. A população, de cerca de 37 milhões, é muito menor do que a dos EUA, de aproximadamente 329 milhões de habitantes. A quarentena obrigatória de duas semanas para todas as chegadas permanecerá em vigor até 31 de agosto, informou a agência de saúde pública.