Feriado de praias cheias na zona Sul de Porto Alegre

Feriado de praias cheias na zona Sul de Porto Alegre

Linhas de ônibus para o Lami seguem ativas até o dia 28 de fevereiro

Cláudio Isaias

Na praia do Lami, o movimento começou cedo

publicidade

O calor, com uma temperatura de 32 graus, resultou em um feriado de Nossa Senhora dos Navegantes de praias cheias na zona Sul de Porto Alegre. Na praia do Lami, o movimento começou cedo com muita gente levando guarda sol e cadeiras de praia para curtir o calor e nas areias do Lami. Os irmãos Renata e Luiz Pereira, moradores do bairro Jardim Vila Nova, disseram que não tinham nada para reclamar. "O dia está ótimo para estar na beira da praia com a família", comentou Renata. A ideia do grupo formado por seis pessoas era realizar um churrasco no almoço. O eletricista Marcelo Freitas, residente no bairro Nonoai, disse que optou pelo Lami porque o local é mais tranquilo e perto de casa. Como estava muito calor, ele não perdeu tempo e foi se refrescar nas águas da praia. No local, existem guarda vidas e quiosques para a venda de lanches. 

As linhas de ônibus para o Lami seguem ativas até o dia 28 de fevereiro. A Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC) informou que são três linhas de ônibus para a região. A operação que é realizada todos os anos tem objetivo de facilitar o acesso da população às praias da zona Sul da Capital. O público poderá utilizar as linhas 269.3 Praia Operação Veraneio, 269.4 Operação Lami e 212 Restinga/Lami. Os ônibus funcionam com tabela aberta, ou seja, as linhas não têm horário definido para saída. Quando se atinge número significativo de passageiros, conforme a demanda, ela parte do terminal.

A EPTC orienta que os usuários respeitem as regras de distanciamento e evitem aglomerações. Os ônibus de Porto Alegre têm permissão para transportar, além do limite de lugares sentados, mais 20 passageiros em pé no ônibus comum e 30 nos veículos articulados. Os horários atualizados, os itinerários dos ônibus e as tabelas horárias estão disponíveis no site da EPTC.
No Belém Novo, a ordem era espantar o calor. A auxiliar administrativa Jane Ferreira, moradora da Hípica, afirmou que o feriado estava perfeito para curtir a praia. "Eu adoro o Belém Novo. É muito gostoso estar aqui ainda mais em um dia de tanto calor", explicou. No local, não há guarda vidas. Muitas famílias, sem aglomeração, se espalharam ao longo das áreas das praias Comunal, Leblon e Veludo, onde realizaram as refeições. 

O relatório de balneabilidade divulgado pela Secretaria de Meio Ambiente, Urbanismo e Sustentabilidade apontou que cinco dos seis pontos analisados no Lami e no Belém Novo estavam com águas próprias para banho. O objetivo da avaliação é orientar os banhistas durante o verão, garantindo mais segurança a todos. No Lami, os postos 1 (acesso pela rua Luiz Vieira Bernardes, nas imediações da segunda guarita de salva-vidas), 2 (acesso pela rua Luiz Vieira Bernardes, em frente à primeira guarita de salva-vidas)  e o 3 (avenida Beira-Rio, em frente ao número 510)  estavam com  águas próprias para banho.

No Belém Novo, os postos 1 (praça Comunal, em frente à garagem da empresa de ônibus) e 3 (praia do Veludo, em frente à interseção das avenidas Beira-Rio, Pinheiro Machado e rua Antônio da Silva Só) estavam com águas próprias para banho. No posto 2, (praia do Leblon, avenida Beira-Rio, em frente à rua Antônio da Silva Só) as águas estavam impróprias para banho. Desde o início de janeiro, uma força-tarefa foi montada pela prefeitura para melhorar a estrutura oferecida a quem frequenta o Belém Novo e o Lami. Foram feitas melhorias no calçamento, instalação de novos bancos e churrasqueiras, além de qualificação dos acessos às praias.
 


Mais Lidas


Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895