Guarda Municipal interdita boate em Porto Alegre

Guarda Municipal interdita boate em Porto Alegre

Segundo a instituição, 15 pessoas entre clientes e funcionários estavam no local

Sidney de Jesus

Guarda Municipal interditou e autuou uma boate

publicidade

Após denúncia anônima, a Guarda Municipal interditou e autuou uma boate na manhã desta quarta-feira, em Porto Alegre, por descumprimento dos protocolos da bandeira preta do modelo de distanciamento controlado do governo do Estado.

De acordo com agentes, a casa noturna ainda estava aberta, por volta das 5h40min, e tinha 15 pessoas entre clientes e funcionários, em discordância com o decreto estadual da pandemia, que proíbe o funcionamento deste tipo atividade durante a vigência da bandeira preta.

A Guarda Municipal deslocou três viaturas até a local e flagrou a boate funcionando e com clientes. O proprietário foi autuado e foi feita a interdição do estabelecimento. Os clientes foram liberados.

“Recebemos uma denúncia no início desta manhã, que uma boate estava descumprindo o decreto estadual. Nossa equipe foi até local e constatou que o estabelecimento estava aberto, e efetuou a autuação e interdição cautelar”, destacou o comandante da Guarda Municipal, Marcelo do Nascimento, lembrando que a instituição continuará fiscalizando quem descumprir as regras.

“O decreto proíbe o funcionamento das casas noturnas e boates. Nosso dever é colaborar com o Estado e coibir aglomerações e o descumprimento dos protocolos da bandeira preta”, ressaltou.

Veja Também


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895