Luto oficial de três dias é decretado no RS e em Porto Alegre após morte de bombeiros

Luto oficial de três dias é decretado no RS e em Porto Alegre após morte de bombeiros

Corpos de militares foram encontrados na noite dessa quarta-feira

Correio do Povo

Luto oficial de três dias é decretado no RS e em Porto Alegre após morte de bombeiros

publicidade

O Governo do Estado decretou luto oficial de três dias nesta quinta-feira devido às mortes do 1º tenente Deroci de Almeida da Costa, 46 anos, e do 2º sargento Lúcio Ubirajara de Freitas Munhós, 51 anos. Os dois bombeiros militares estavam desaparecidos desde o incêndio e desabamento do prédio da Secretaria da Segurança Pública (SSP), em Porto Alegre, ocorrido entre a noite de quarta e a madrugada de quinta-feira passada. Os corpos de ambos foram resgatados embaixo dos escombros na noite desta quarta-feira, em um intervalo de quatro horas.

A publicação foi feita em edição extra do Diário Oficial do Estado. “Precisamos prestar a devida homenagem aos nossos dois bombeiros militares, que foram devolvidos às suas famílias ontem, infelizmente sem suas vidas, mas permitindo a essas famílias que façam a merecida despedida e a justa homenagem ao tenente Almeida e o sargento Munhós. Eles são a expressão da entrega dos nossos servidores da Segurança Pública, nessa nobre missão em que juram colocar a própria vida em risco para salvar outras vidas”, afirmou o governador Eduardo Leite nesta manhã.

Conforme o decreto, o luto oficial é válido para todo o território estadual, durante três dias, a contar da última quarta-feira até o próximo sábado e se justifica pela morte dos bombeiros “no cumprimento do dever de salvar vidas e patrimônio, mesmo com o risco da própria vida, durante o incêndio do prédio sede da Secretaria da Segurança Pública em 14 de julho de 2021, trágico acontecimento de grandes proporções e de forte comoção pública”.

A Prefeitura de Porto Alegre adotou a mesma iniciativa. “Decretamos luto oficial de três dias, a partir de hoje, em Porto Alegre, pelo falecimento em serviço dos bombeiros Deroci de Almeida Costa e Lúcio Ubirajara de Freitas Munhós, que atuaram bravamente no combate ao incêndio do prédio da Secretaria da Segurança Pública”, postou o prefeito Sebastião Melo no Twitter.

Minuto de silêncio

No jogo desta noite contra o Olimpia, do Paraguai, no estádio Beira-Rio, na Capital, o Inter fará um minuto de silêncio em homenagem aos dois bombeiros militares que perderam a vida no incêndio no prédio da SSP. A partida é a segunda das oitavas de final da Libertadores da América.

Veja Também


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895