Nova ponte do Guaíba gera novos bloqueios no trânsito

Nova ponte do Guaíba gera novos bloqueios no trânsito

Estreitamento da quinta faixa da freeway será feito para implantação de ramo de acesso

Mauren Xavier

Nova ponte do Guaíba gera novos bloqueios no trânsito

publicidade

Com a aceleração das obras de construção da nova ponte do Guaíba, foram realizadas, desde o início da manhã desta segunda-feira, duas intervenções no trânsito na região do vão móvel, em Porto Alegre. É importante que os motoristas que utilizam a freeway (BR 290), entre os kms 94 e 95, para acessar ou sair do Centro da Capital fiquem atentos com algumas mudanças.

Com o trânsito acentuado, teve início logo cedo a colocação de cones na freeway, no sentido Litoral — Porto Alegre, para efetivar o estreitamento de forma definitiva da chamada quinta faixa da rodovia. Essa mudança é necessária para que haja a implantação do ramo de acesso que ligará a nova ponte à BR 290.

Outro serviço que será feito é a nova etapa de lançamento de vigas de concreto pré-moldadas sobre a freeway. Durante toda a semana, a ação será no sentido Capital — Litoral em dois momentos: das 6h às 22h, serão bloqueados o acostamento e uma faixa de rolamento, assim o trânsito será mantido em três faixas; e das 22h às 6h, quando o bloqueio será total na pista, obrigando o trânsito a ser desviado para a pista oposta.

A expectativa da Superintendência Regional do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes no Rio Grande do Sul (DNIT/RS) é que na outra semana, entre os dias 13 e 18 de outubro, o mesmo serviço seja feito no sentido Litoral— Capital.

Na sexta-feira passada, os ministros Carlos Marun, da Secretaria de Governo da Presidência da República, e Valter Casimiro, dos Transportes, Portos e Aviação Civil, vistoriaram o andamento das obras. Com 68% da conclusão, a expectativa é garantir a funcionalidade até o final deste ano. Ao mesmo tempo, há preocupação com o processo de remoção de famílias na Ilha Grande dos Marinheiros, que são essenciais para viabilizar a travessia.


Mais Lidas


Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895