Orla do Guaíba recebe novas lixeiras com intervenções artísticas

Orla do Guaíba recebe novas lixeiras com intervenções artísticas

Ação serve para conscientizar a população sobre o descarte correto do lixo no espaço

Correio do Povo

Marcolino grafitou os tonéis, com curadoria de Rafa Rafuagi

publicidade

A concessionária GAM3 Parks, responsável pelo Trecho 1 da Orla do Guaíba, realizou durante a tarde deste sábado, próximo ao bar Espartano, a ação Orla Limpa, onde 40 tonéis de lixeiras foram grafitados pelo artista Marcolino Wos. Os tonéis serão distribuídos ao longo do trecho para evitar que o lixo de quem passa por ali termine no chão ou na água.

Atualmente, o trecho conta com 49 lixeiras fixas. Também são disponibilizados containers em dias de maior movimentação, como finais de semana. A concessionária teve de adaptar por diversas vezes o horário da empresa que presta serviço de limpeza devido ao aumento no fluxo de pessoas. "Desde que assumimos a concessão, unimos esforços para manter os espaços limpos, mas percebemos que é preciso conscientizar parte das pessoas que frequentam a Orla do Guaíba. Não basta ter equipes a postos para recolher o que é jogado no chão, precisamos que cada pessoa coloque seu resíduo no local correto", afirma Carla Deboni, diretora administrativa da concessionária.

A ação contou com a presença do curador de arte de rua e produtor cultural Rafa Rafuagi. "Tentamos trazer uma temática voltada ao que o Hip-Hop tem feito em várias comunidades, principalmente ao que vem sendo feito na orla de Los Angeles, onde tem um skate park, com tonéis de lixo", explicou Rafuagi. 

Os tonéis foram grafitados pelo artista Marcolino Wos, que, junto a Rafuagi, se inspirou no meio ambiente e nas discussões sobre queimadas na Amazônia para conscientizar os transeuntes a não jogarem o lixo no chão. "A ideia é que em breve façamos mais 40 tonéis, totalizando 80, todos eles coloridos e com vida, com a perspectiva do cuidado com a natureza", finalizou Rafuagi.

A ação também contou com a música do DJ Paulo Bicca e distribuição de brindes, como ecobags e canudos ecológicos.


Mais Lidas





Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895