Polícia Civil procura quem vendeu álcool a jovem atropelada em Jaguarão
capa

Polícia Civil procura quem vendeu álcool a jovem atropelada em Jaguarão

Resultado preliminar de perícia apontou que veículo apresentava todos os requisitos para circular no Carnaval

Por
Ananda Müller / Rádio Guaíba

publicidade

A Polícia Civil (PC) de Jaguarão recebeu nesta quarta-feira o resultado preliminar da perícia realizada no trio elétrico que atropelou e matou uma adolescente em Jaguarão, no Sul do Estado. De acordo com o IGP, o carro apresentava todos os requisitos para circular e o teste do etilômetro não apresentou ingestão de álcool por parte do motorista. A jovem Giédry Silva Cuenca, de 16 anos, foi atingida pela roda traseira do caminhão durante as festas de carnaval realizadas no domingo na cidade. A investigação procura, agora, quem vendeu álcool à vítima.

O delegado Jaimes dos Santos Gonçalves, que assumiu hoje o caso, disse que faltam os laudos que devem confirmar o consumo de álcool pela jovem para concluir o inquérito. ”Já temos boa parte dos dados coletados (pelo delegado de plantão) e agora ficamos na dependência dos laudos toxicológicos e da necropsia”, salientou. Pelo menos 13 pessoas já foram ouvidas. “Tudo indica que não houve irregularidades da parte deles (operadores do trio elétrico). Nós queremos investigar quem vendeu bebida alcoólica para a menina, o que é crime”, concluiu.

De acordo com as testemunhas ouvidas, Giédry estava embriada e caiu ao empurrar um rapaz que lhe abordara pedindo um beijo. O jovem também será ouvido. Mesmo com o incidente o carnaval foi mantido.