Resultado de análise sobre água de Porto Alegre será divulgado à tarde

Resultado de análise sobre água de Porto Alegre será divulgado à tarde

Causas do cheiro e gosto desagradáveis são investigadas desde o final de maio

Bibiana Borba / Rádio Guaíba

Concentração elevada de uma bactéria foi encontrada em uma casa de bombeamento do DEP

publicidade

Laudos sobre as causas das alterações na água potável de Porto Alegre, vindos de São Paulo, chegam nesta tarde ao Departamento Municipal de Água e Esgotos (Dmae). As conclusões devem ser divulgadas após reunião fechada do grupo de trabalho que analisa o problema, formado por órgãos da Prefeitura e da Fundação Estadual de Proteção Ambiental (Fepam). O encontro começa às 14h, na sede do Dmae.

Bactéria é responsável pela alteração da água de Porto Alegre, indica Fepam
Alteração no Guaíba provoca gosto e cheiro ruim na água
Leia mais sobre o Rio Guaíba

Até agora, os técnicos locais indicaram que uma bactéria, supostamente inofensiva à saúde, pode ser a responsável pelo cheiro e gosto desagradáveis na água. Uma concentração elevada da bactéria — do tipo actinomiceto — foi encontrada em uma casa de bombeamento do DEP (Departamento de Esgotos Pluviais), na zona Norte. Indícios do problema também foram encontrados em uma estação da Trensurb.

A prefeitura informou também que investiga a atividade de uma empresa de tratamento de esgotos que opera na orla do Guaíba. A Cettraliq, localizada no bairro Navegantes, é credenciada pela Fepam mas não tem licença regular com a Prefeitura.

Na semana passada, a Fepam ainda divulgou o início de um programa para monitorar permanentemente a qualidade da água do Guaíba, em cinco pontos da Capital. Moradores de várias regiões da cidade reclamam das alterações desde o final de maio.

publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895