RS recebe mais de 251 mil doses de vacinas da Pfizer e da Coronavac

RS recebe mais de 251 mil doses de vacinas da Pfizer e da Coronavac

Distribuição de imunizantes será feito ainda nesta sexta-feira

Correio do Povo

RS recebe mais de 141 mil doses de vacina da Pfizer contra a Covid-19

publicidade

O Rio Grande do Sul recebeu nesta sexta-feira 251.770 doses de vacina contra a Covid-19 da Pfizer e da Coronavac. Os 141.570 imunizantes da farmacêutica chegaram ainda na madrugada e foram descarregados à 0h19min no Aeroporto Internacional Salgado Filho, na zona Norte de Porto Alegre. Já o fármaco fabricado pelo Instituto Butantan chegou às 9h50min, com um lote composto por 110.200 doses. 

De acordo com o governo do Estado, as doses da Pfizer servirão para prosseguir na vacinação da população em geral, por idade, trabalhadores da educação superior e gestantes e puérperas sem comorbidades. Com público total estimado em cerca de 190 mil, mais de 178 mil trabalhadores da área da educação haviam sido vacinados até essa quinta-feira no Estado.

Todo o novo quantitativo da Coronavac será encaminhado para que os municípios garantam o esquema vacinal completo das pessoas que tomaram a primeira dose com esse imunizante. Conforme estimativa da Secretaria Estadual de Saúde (SES), há cerca de 110 mil segundas doses faltantes no RS – o número exato está sendo calculado em função de um arredondamento necessário de doses por frasco, para posterior rateio entre os municípios.

Conforme a SES, as vacinas que chegaram hoje ao território gaúcho já serão distribuídas às coordenadorias regionais de saúde. A ideia é agilizar a imunização já neste final de semana. 

Vacinação em setembro 

No Estado, o governador Eduardo Leite reforçou que o planejamento da administração estadual é imunizar até 20 de setembro toda a população gaúcha acima dos 18 anos com a primeira dose. No total, já foram enviadas mais de 110 milhões de doses de vacinas a todo o Brasil, sendo 5,9 milhões da Pfizer. A farmacêutica ainda irá enviar ao Brasil em julho mais 7 milhões de imunizantes, dando ao País a chance de acelerar o processo de vacinação.  

Veja Também


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895