RS tem mais de 307 mil pessoas sem o registro da segunda dose da vacina

RS tem mais de 307 mil pessoas sem o registro da segunda dose da vacina

Segundo a Secretaria da Saúde, ainda ocorrem atrasos de registro no sistema das doses aplicadas e que podem não refletir a realidade

Cláudio Isaías

Dados constam no Sistema de Informações do Plano Nacional de Imunizações (SI-PNI)

publicidade

O Rio Grande do Sul possui 307.405 mil pessoas sem o registro de aplicação da segunda dose da vacina contra a Covid-19 no Sistema de Informações do Plano Nacional de Imunizações (SI-PNI). A Secretaria Estadual da Saúde (SES) destaca que não tem o número real de segundas doses não aplicadas, mas sim as segundas doses não registradas. 

Segundo a secretaria, ainda ocorrem atrasos de registro no sistema das doses aplicadas e que podem não refletir a realidade. Esse registro é de responsabilidade dos municípios. De acordo com a SES, em todo o Estado, das 307.405 mil pessoas que não tiveram a aplicação da vacina registrada no SI-PNI, 172.314 são da AstraZeneca; 112.814 da Coronavac e 22.277 da Pfizer. Os dados da segunda dose sem registro no SI-PNI foram computados até o dia 26 de agosto.

Veja Também

Entre as estratégias sugeridas pela secretaria está a busca ativa por nome dos faltantes. A SES está enviando listas nominais atualizadas aos municípios, que podem fazer contato por meio de agentes comunitários, rádio e jornais locais ou associações comunitárias. Os relatórios sobre os faltantes são gerados com base em dados informados pelos próprios municípios ao SI-PNI. 

Os municípios podem ter esses dados por conta própria, mas a SES está fornecendo as informações consolidadas para agilizar e facilitar o trabalho dos gestores municipais. Outra sugestão, é mobilizar as associações comunitárias espalhadas por todos os bairros e ampliar a divulgação com relação aos públicos-alvo e locais de aplicação das doses em cada cidade.

Em Porto Alegre , de acordo com os dados do e-SUS Notifica, 570 pessoas estão com a segunda dose de Pfizer atrasada há mais de 90 dias. Da Astrazeneca, são 29.811 porto-alegrenses que receberam a primeira dose há mais de 90 dias e da Coronavac, 22.856 pessoas receberam a primeira dose do imunizante há mais de 28 dias, e já estão aptas a completar o esquema de vacina. 

A diretora de Atenção Primária em Saúde da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), Caroline Schirmer, ressaltou a importância das pessoas completarem o esquema de imunização contra o coronavírus. As gerências distritais realizam a busca ativa na Capital. As equipes ligam para as pessoas que estão com a segunda dose em atraso – a identificação de quem não realizou a aplicação da dose é feita pelo sistema de dados da secretaria.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895