Saúde avalia reativação de tendas Covid em Porto Alegre

Saúde avalia reativação de tendas Covid em Porto Alegre

Variante ômicron, altamente contagiosa, contribui para elevar o número de contaminados diariamente

Taís Teixeira

Movimento em busca de teste Covid contigua grande em Porto Alegre

publicidade

A imagem de longas filas nas unidades de saúde de Porto Alegre já estava se tornando uma cena comum na Capital. O pós-festas de fim de ano, que provocou um “boom” de pessoas nesses locais, fez com que as unidades de saúde sentissem o peso dessa alta demanda pela falta de equipe e de capacidade física dos locais. A variante ômicron, altamente contagiosa, contribui para elevar o número de contaminados diariamente, conforme mostram os boletins oficiais, situação que colocou novamente em pauta a reativação das tendas. A Prefeitura Municipal de Porto Alegre, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), está avaliando a retomada das tendas Covid-19 para separar pessoas sintomáticas dos demais públicos. Com essa nova escalada da doença, a retomada desses espaços passa a ser uma possibilidade.

Segundo a SMS, a pasta segue estudando a possibilidade de reativação de tendas em pontos específicos da cidade para desafogar alguns serviços como o Centro de Saúde Modelo, que fica no bairro Santana, e, que pela sua trajetória e localização, acaba sendo muito procurado pelas pessoas, que ao invés de buscarem atendimentos em locais próximos às suas moradias, optam pelo Modelo. “Por enquanto é apenas uma possibilidade, mas já estamos em tratativas com alguns lugares, que serão divulgados assim que tivermos mais alinhados”, afirmou o secretário Municipal de Saúde Mauro Sparta.

As tendas favorecem o distanciamento de grupos com sintomas respiratórios e outros característicos da doença. Esse modelo de atendimento se demonstrou eficiente quando usado em 2020 para aplicação das vacinas, já que não se misturava à rotina de consultas, atendimentos e encaminhamentos triviais das unidades de saúde.

Veja Também

Tenda para profissionais da saúde

Atualmente, foi reativada na segunda-feira a Central de Triagem Covid-19, tenda do Grupo Hospitalar Conceição (GHC). O local reabriu a fim de disponibilizar testes de detecção da doença para profissionais de saúde da instituição, depois de quatro meses fechado.

Já no primeiro dia, houve um movimento intenso, com todos assentos ocupados e mais uma fila de espera que se formou na entrada na tenda, localizada na avenida Francisco Trein. Segundo a assessoria do GHC, no fim da segunda-feira, 74 funcionários testaram positivo e foram afastados e 24 aguardavam o resultado do teste ou estavam afastados com atestado de um dia.


Mais Lidas


Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895