Santa Catarina flexibiliza uso de máscaras em ambientes abertos

Santa Catarina flexibiliza uso de máscaras em ambientes abertos

Decreto autorizou o funcionamento integral de estabelecimentos que promovam eventos corporativos, feiras negócios, eventos sociais, shows e entretenimento, inclusive esportivos

Correio do Povo

Santa Catarina flexibiliza uso de máscaras em novo decreto

publicidade

O governador de Santa Catarina, Carlos Moisés, assinou nessa quarta-feira o decreto que flexibilizou o uso de máscaras no Estado. Conforme o documento, o uso da proteção facial passou a ser opcional nos ambientes abertos em que há a possibilidade de manter distanciamento. Nos ambientes fechados ou naqueles em que não é possível manter a distância, o uso continua obrigatório.  

A justificativa da administração estadual para a flexibilização, que inclui a permissão para a realização de todos os tipos de eventos, é que há redução no contágio da Covid-19 em território catarinense e por conta do avanço da vacinação. O decreto elaborado pelo governo do Estado também autoriza o funcionamento integral de estabelecimentos que promovam eventos corporativos, feiras negócios, eventos sociais, shows e entretenimento, inclusive esportivos. Apesar das flexibilizações, o documento estendeu a situação de calamidade pública até 31 de março de 2022.  

Veja Também

De acordo com o secretário de Estado da Saúde, André Motta Ribeiro, as medidas adotadas pelo Estado são responsáveis e em conformidade com a situação do momento. “Liberamos em 100% a capacidade dos eventos, incluindo presença de público em estádios, e também mantivemos a obrigatoriedade do uso de máscaras em espaços abertos apenas onde há aglomeração. Estendemos a situação de calamidade pública para que tenhamos um regramento claro durante a temporada de verão. Lembramos que cada município tem a possibilidade de ser mais restritivo, se assim entender e se o cenário exigir que assim seja”, afirmou.

Lotação de estádios é liberada 

Outra medida que publicada no novo decreto estadual é a revogação da limitação de 50% da ocupação do público nos estádios de futebol de Santa Catarina. A partir de agora, as arenas catarinenses poderão receber capacidade máxima de pessoas sentadas. Apesar disso, os frequentadores de estádios de futebol ainda deverão seguir as mesmas regras do chamado protocolo de evento seguro. Entre os regramentos estão a apresentação de comprovante de vacinação completa ou parcial, de acordo com a idade, ou testagem por RT PCR ou antígeno com resultado negativo antes do jogo. E também o uso de máscaras permanece como obrigatório dentro dos estádios.

Cobertura vacinal em SC

Mais de 93% da população vacinável em Santa Catarina já recebeu ao menos a primeira dose e aproximadamente 80% completou a imunização. Considerando a população total, esses percentuais são de 78% e 66%, respectivamente, ambos entre os maiores do País. Santa Catarina tem, atualmente, uma taxa de letalidade por Covid-19 de 1,6% dos infectados, a menor entre os estados do Sul e Sudeste e a terceira menor do país. A taxa nacional é de 2,8%.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895